Espinosa (Minas Gerais)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Espinosa
Bandeira de Espinosa
Brasão de Espinosa
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 9 de março
Fundação 9 de março de 1924
Gentílico espinosense [1]
Prefeito(a) Lúcio Balieiro Gomes (DEM)
(2013–2016)
Localização
Localização de Espinosa
Localização de Espinosa em Minas Gerais
Espinosa está localizado em: Brasil
Espinosa
Localização de Espinosa no Brasil
14° 55' 33" S 42° 49' 08" O14° 55' 33" S 42° 49' 08" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Norte de Minas IBGE/2008 [2]
Microrregião Janaúba IBGE/2008 [2]
Região metropolitana Montes Claros
Municípios limítrofes Gameleiras, Mamonas, Monte Azul, Montezuma, Santo Antônio do Retiro, Sebastião Laranjeiras (BA), Urandi (BA) e Jacaraci (BA)
Distância até a capital 699 [3] km
Características geográficas
Área 1 876,401 km² [4]
População 31 113 hab. Censo IBGE/2010[5]
Densidade 16,58 hab./km²
Altitude 1645 [6] m
Clima semiárido [7]  Bsh
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,657 médio PNUD/2000 [8]
PIB R$ 125 583,507 mil IBGE/2008[9]
PIB per capita R$ 3 882,14 IBGE/2008[9]
Página oficial

Espinosa é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Localiza-se a uma latitude 14º55'34" sul e a uma longitude 42º49'09" oeste, estando a uma altitude de 570 metros. Sua população estimada em 2010 era de 31.113 habitantes.

Economia[editar | editar código-fonte]

O setor industrial do município é composto por cerâmicas, por fábrica de laticínios, várias facções de confecções, lojas e supermercados. Há várias usinas abandonadas na cidade devido ao fim do ciclo do algodão, cujas lavouras foram destruídas pelo bicudo (inseto). Agora a cidade se prepara para a implantação de um polo industrial, que terá sua principal função o mercado têxtil, entre outras empresas que se instalarão no projeto.

História[editar | editar código-fonte]

Várias histórias fazem parte do contexto históricoda cidade de Espinosa: Uma delas é que um Israelita, chamado Heitor Antunes , tenha sido um dos primeiros judeus a vir para o norte de Minas. Seus restos mortais encontram-se no Cemitério Israelita de Belo Horizonte.

Outra história é a da "Finada Amélia" que foi assassinada por seu amante, cuja sepultura fica à beira da avenida principal da cidade. Nela é feita romarias, queimam-se velas e foi erguida uma capela por um devoto, por ela ser uma alma milagrosa.[10]

Espinosa (na época: Lençóis ou Lençóis do Rio Verde), antigo distrito (criado em 1872 e 1891) subordinado ao município de Boa Vista do Tremendal (hoje: Monte Azul), foi elevado à vila com a denominação de Espinosa pela lei estadual nº 843, de 7 de setembro de 1923 e instalado em 9 de março de 1924.[11]


Referências

  1. IBGE Cidades@ O Brasil Município por Municipio. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Página visitada em 19 de agosto de 2009.
  2. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  3. distancias-bhmunicipios Distâncias BH/Municípios. Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG). Página visitada em 19 de agosto de 2009.
  4. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  5. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  6. O Estado: Municípios Mineiros O Estado: Municípios Mineiros. Assembléia Legislativa do Estado de Minas Gerais. Página visitada em 01 de março de 2010.
  7. World Map of the Köppen-Geiger climate classification World Map of the Köppen-Geiger climate classification. Institute for Veterinary Public Health. Página visitada em 24 de fevereiro de 2010.
  8. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  9. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  10. Daniel Antunes Júnior, "Lençóis do Rio Verde, Crônica do Meu Sertão", Editora Comunicação.
  11. IBGE - cidades@ - Histórico - ESPINOSA (mg) ibge.gov.br.. Página visitada em 14 de junho de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.