Fear and Desire

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Fear and Desire
Medo e Desejo (PT/BR)
 Estados Unidos
1953 •  pb •  62 min 
Direção Stanley Kubrick
Roteiro Stanley Kubrick
Elenco Frank Silvera,
Kenneth Harp,
Paul Mazursky
Género Drama
Guerra
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Fear and Desire (br./pt.: Medo e Desejo) é um filme estadunidense de Guerra de 1953, dirigido por Stanley Kubrick. Foi o primeiro filme de Kubrick, e ele fez a maior parte do trabalho na produção, incluindo cinematografia e edição.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Durante uma guerra indeterminada, um grupo de quatro soldados sofre um acidente de avião e cai por trás das linhas inimigas. Enquanto planejam construir uma jangada e voltar para suas forças descendo um rio, os soldados capturam uma jovem camponesa que os vira e também descobrem uma base militar com a presença de um general. Eles hesitam no que fazer com a moça e se devem arriscar e atacar e tentar matar o general, ou fugir pelo rio.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Frank Silvera — sargento Mac
  • Kenneth Harp — tenente Corby / General
  • Paul Mazursky — soldado Sidney
  • Stephen Coit — soldado Fletcher / capitão
  • Virginia Leith — garota
  • David Allen — narrador (voz)

Produção[editar | editar código-fonte]

Antes de filmar Fear and Desire, Kubrick era fotógrafo da revista Look e havia dirigido dois documentários de curta-metragens em 1951, Day of the Fight e Flying Padre. Ambas as produções foram adquiridas para distribuição pela RKO Radio Pictures. Baseado nessas experiências, Kubrick se sentia pronto para produzir um longa-metragem [1] . Kubrick deixou seu emprego na Look para se dedicar a Fear and Desire [2] .

O roteiro foi de Howard Sackler, amigo de classe de Kubrick na William Howard Taft High School no Bronx em Nova Iorque. Sackler mais tarde venceria o Prêmio Pulitzer pelo drama de 1968 The Great White Hope. Paul Mazursky, que mais tarde seria reconhecido como grande cineasta por filmes como Harry and Tonto e An Unmarried Woman, aparece no elenco como o soldado que mata a moça prisioneira[1] .

O dinheiro para Fear and Desire veio dfa família e amigos de Kubrick, principalmente de Martin Perveler, tio e proprietário de uma lucrativa farmácia [3] . O orçamento original ficou em 10.000 dólares [1]

A produção reunia 15 pessoas: cinco atores (Paul Mazursky, Frank Silvera, Kenneth Harp, Steve Coit e Virginia Leith), cinco técnicos (incluindo a primeira esposa de Kubrick, Toba Metz) e quatro trabalhadores mexicanos para transportar o equipamento do filme pelas Montanhas San Gabriel na Califórnia, onde ocorreram as filmagens. Pelas limitações do orçamento, Kubrick teve que improvisar para usar os equipamentos. Para simular a neblina, Kubrick utilizou um pulverizador agrícola mas o elenco e técnicos quase foram asfixiados pois o maquinário ainda continha resíduos de inseticida aplicado em plantações [4] Paul Mazursky disse que o diretor pegou um carrinho de bebê para carregar a câmera, pois não havia transporte adequado [3] .

Para reduzir os gastos, Kubrick pensava em fazer um filme mudo mas acabou por adicinar som, efeitos e música, o que encareceu os custos para cerca de 50.000 dólares, o que obrigou a uma ajuda adicional do produtor Richard de Rochemont, sob a condição de que Kubrik ajudasse na produção de uma série de cinco capítulos sobre Abraham Lincoln para a TV, que teve locações em Hodgenville, Kentucky.[5] . Kubrick também teve dificuldades para editar a cena chave em que um dos soldados derruba um prato de feijões no chão e entra do lado errado da tela. Isso obrigou que a revelação do negativo fosse invertida e causou mais gastos [6] .

Apesar de tudo, o filme garantiu algumas opiniões respeitáveis pelos circuitos de cinema em Nova York, muitos reconhecendo no jovem diretor um futuro promissor.

Altamente procurado por fãs de Kubrick e aficionados por cinema, o diretor definiu o filme como um projeto amador e comprou a maior parte das cópias. Suas tentativas de reprimir o trabalho não foram totalmente bem sucedidos, muitos bootlegs circulam pela internet, além da distribuição ilegal de DVDs-R.[carece de fontes?]

Referências

  1. a b c Duncan, Paul. "Stanley Kubrick: The Complete Films." Taschen, 2008. ISBN 978-3-8228-3115-1
  2. "Stanley Kubrick—an appreciation," World Socialist Web site, 27 de março de 1999.
  3. a b Guthmann, Edward. ""The Ones That (Almost) Got Away," San Francisco Chronicle, 18 de julho de 1999", The San Francisco Chronicle, 17 de julho de 1999.
  4. ""The New Pictures," Time, 4 de junho de 1956", 4 de junho de 1956. Página visitada em 2 de maio de 2010.
  5. Duncan 2003, pp. 26-7.
  6. Buchanan, Larry. "It Came From Hunger!" McFarland & Co., 1996. ISBN 0-7864-0194-X

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.