Fernando Pereira (fotógrafo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Setembro de 2008).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Fernando Pereira
Nascimento 10 de Maio de 1950
Chaves, Portugal
Morte 10 de julho de 1985 (35 anos)
Auckland, Nova Zelândia
Ocupação fotógrafo, ativista

Fernando Pereira (Chaves, 10 de Maio de 1950 - Auckland, 10 de Julho de 1985) foi um fotógrafo português e activista da organização Greenpeace, faleceu a 10 de Julho de 1985 aquando do afundamento de um Rainbow Warrior (nome dado aos barcos da Greenpeace) por agentes do DGSE, o serviço secreto francês, na Nova Zelândia.

A Confederação Portuguesa de Associações de Defesa do Ambiente instituiu em 1999, conjuntamente com o associado Observatório do Ambiente, o Prémio Nacional de Ambiente "Fernando Pereira".

Anualmente, e desde 1999, a CPADA assegura os prémios entregues, aos galardoados e menções honrosas, bem como a organização do evento, nomeadamente a escolha do local, o processo de eleição e respectivas nomeações dos premiados e a cerimónia de entrega. O nome escolhido é uma homenagem a um dos mártires da causa ambiental, o fotógrafo Fernando Pereira, morto a bordo do Rainbow Warrior, o navio do Greenpeace que tentava impedir a realização de testes nucleares franceses no atol de Muroroa, no Pacífico.

O prémio destina-se a galardoar a pessoa, instituição ou empresa que em cada ano se distinga na sua acção como "amiga do ambiente".

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.