G-14

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O G-14 foi uma organização dos clubes mais poderosos do futebol europeu. Foi fundado em 2000 pelos 14 principais clubes para formarem uma voz unificada nas negociações com a UEFA e a FIFA. Novos membros podem entrar apenas por convite. Em Agosto de 2002, mais 4 clubes entraram, tornando o número de membros 18, mas a organização mantém seu nome original.

Os clubes do G-14 estão presentes em 7 diferentes países, e ganharam cerca de 250 títulos de liga nacional. Eles ganharam a Liga dos Campeões em 40 das 50 temporadas.

A final da Liga dos Campeões de 2004 foi a primeira competição desde 1992 nas quais um dos finalistas não é membro do G-14; a final de 2004 ganha pelo membro Porto e um não-membro AS Monaco. Houve apenas 3 finais da Liga dos Campeões em que os dois times não são membros do G-14.

Já na outra grande competição de clubes da UEFA, a Copa da UEFA, 12 finais foram disputadas por não-membros. 2005 foi a primeira final desde 1989 a ser disputada por 2 não-membros - CSKA Moscou e Sporting Clube de Portugal.

Em fevereiro de 2008, após acordo com a UEFA de compensação para os clubes após convocações para Copas do Mundo ou Campeonatos Europeus, ou ainda após lesões em jogos de seleções, o grupo se dissolveu, dando lugar à Associação Europeia de Clubes.

Membros[editar | editar código-fonte]

Membros fundadores, 2000

Em ordem alfabética:

Novos membros, 2002

Clubes convidados[editar | editar código-fonte]

Os seguintes clubes foram convidados em 2007, antes da dissolução do grupo:

De confererações que já possuíam clubes
De confererações que não possuíam clubes