Goran Ivanišević

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tenista Goran Ivanisevic
Goran Ivanisevic serve Wimbledon 2004.jpg
Goran Ivanisevic em Wimbledon 2004
País  Croácia
Residência Monte Carlo, Monaco
Data de nasc. 13 de Setembro de 1971 (43 anos)
Local de nasc. Split, Croácia
Altura 1,93 m
Peso 82 kg
Profissionalização 1988
Mão Esquerda
Prize money US$ 19 876 579 Fonte
Simples
Vitórias-Derrotas 599-333
Títulos 22
Melhor ranking Nº 2 (4 de julho de 1994)
Resultados de Grand Slam
Open da Austrália QF (1989,1994,1997)
Open da França QF (1990,1992,1994)
Wimbledon V (2001)
U.S. Open SF (1996)
Torneios principais
Tour Finals SF (1992,1993,1996)
Duplas
Vitórias-Derrotas 263-225
Títulos 9
Melhor ranking Nº 20 (6 de janeiro de 1992)
Resultados de Grand Slam de Duplas
Open da Austrália R32 (1990,1994)
Open da França F (1990,1999)
Wimbledon R16 (1989,1993)
U.S. Open QF (1997)
Medalhas
Jogos Olímpicos
Bronze Barcelona 1992 Tênis-Simples
Bronze Barcelona 1992 Tênis-Duplas
Última atualização em: 20 de fevereiro de 2010.

Goran Šimun Ivanišević (Split, 13 de setembro de 1971) é um ex-tenista profissional croata.

Como profissional, o croata Ivanisevic conquistou durante sua carreira a 22 títulos em simples e 9 em duplas pelo circuito ATP e ganhou quase U$ 20 milhões em premiação.

Em julho de 1994, ele atingiu o melhor ranking de simples da carreira, quando chegou a ser n° 2 do ranking mundial masculino.

O croata teve como grande conquista na carreira o título do Grand Slam de Wimbledon em 2001. Ele foi três vezes vice campeão do Torneio de Wimbledon. Na primeira final perdeu para André Agassi no 5° set, em 1992. Dois anos mais tarde enfrentou outro norte-americano na final, dessa vez Pete Sampras e foi derrotado em três sets. Em 1998 ele voltou à quadra central para enfrentar Pete Sampras novamente em uma final. Dessa vez o jogo foi decidido no 5° set e mais uma vez em favor do norte-americano. Após sofrer com lesões no ombro nos anos de 1999, 2000 e início de 2001, seu ranking caiu muito e quando chegou o Torneio de Wimbledon de 2001 ele era apenas o 125° do ranking mundial. Por isso fazia-se necessário um convite da organização para que ele pudesse participar. E foi exatamente isso o que aconteceu. E na final do Grand Slam de Wimbledon de 2001 contra o australiano Patrick Rafter, que mais parecia uma decisão de Copa Davis, Goran Ivanisevic conquistou seu maior título. E numa batalha de três horas e cinco sets disputados, ele se tornou o primeiro tenista a receber um convite para jogar um torneio do Grand Slam e se tornar campeão.

Foi campeão em 1995 e vice-campeão em 1996 do Grand Slam Cup (torneio realizado entre 1990 e 1999, com os tenistas que melhor atuavam nos Grand Slams do ano corrente).

Ganhou em simples a dois Masters Séries (atual Masters 1000), o de Estocolmo em 1992 e o de Paris em 1993. Em duplas foi campeão do Masters Séries de Roma em 1991.

Fez parte da equipe croata campeã da Copa Davis de 2005. Pois jogando ao lado de Mario Ančić, Ivan Ljubičić e Ivo Karlovic, ajudou a colocar a Croácia na lista dos campeões da Copa Davis com os 3 a 2 diante da Eslováquia, fora de casa.

Foi por duas vezes finalista em duplas do Grand Slam do Open da França.

Em 1996, chegou a semifinal em simples do Grand Slam do U.S. Open.

Por três vezes, ele foi semifinalista em simples do ATP World Tour Finals (antigo Tennis Masters Cup).

Em 1992, nas olimpíadas de Barcelona, o croata Ivanisevic conquistou a medalha de bronze em simples e em duplas.

O croata Goran Ivanisevic é lembrado entre outras coisas, por ter sido um dos melhores sacadores da história do tênis. Ele possui o recorde de maior número de aces em uma partida de apenas dois sets (melhor de 3 sets): 31 aces em Split, em 1998.

Ele era o treinador do croata Marin Čilić, quando este conquistou o Grand Slam do U.S. Open de 2014.

Ligações externas e internas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.