Guilty Gear X

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Guilty Gear X
Capa da versão norte-americana para PlayStation 2.
Desenvolvedora Arc System Works
Publicadora(s) Japão :
Sammy Corporation (arcade, DC, PS2, GBA)
CyberFront Corporation (Win)
Arc System Works (i-mode)

Coréia do Sul :
I-DreamSoft (PC)

América do Norte, Europa :
Sammy Corporation (PS2)
Designer Daisuke Ishiwatari
Plataforma(s) Arcade
Série Guilty Gear
Conversões/
relançamentos
Dreamcast, Game Boy Advance, Windows 95, PlayStation 2, iMode
Data(s) de lançamento Japão:
2000 (Arcade)

14 de dezembro de 2000 (DC)

29 de novembro de 2001 (PS2, Plus)

30 de novembro de 2001 (Win)

25 de janeiro de 2002 (GBA)

23 de maio de 2002 (relançamento DC)

7 de novembro de 2002 (relançamento Win)

13 de fevereiro de 2003 (relançamento PS2, Plus)

21 de fevereiro de 2003 (ver 1.5 Arcade)

10 de janeiro de 2006 (iMode)

Coréia do Sul:
27 de outubro de 2003(Win)

América do Norte:
30 de setembro de 2001 (PS2)

Europa:
1 de março de 2002 (PS2)
Gênero(s) Jogo de luta
Modos de jogo Single player, multiplayer
Número de jogadores 1 a 2 jogadores
Classificação Inadequado para menores de 12 anos i CERO (Japão)
Inadequado para menores de 13 anos i ESRB (América do Norte)
Inadequado para menores de 15 anos i OFLCA (Austrália)
Inadequado para menores de 12 anos i PEGI (Europa)
Mídia GD-ROM, DVD-ROM, CD-ROM, Cartucho
Último
Último
Guilty Gear
Guilty Gear XX
Próximo
Próximo

Guilty Gear X (ギルティギア ゼクス, Giruti Gia Zekusu?, pronunciado "guilty gear zex"), subtitulado "By Your Side", é o segundo jogo completo da série Guilty Gear. Foi lançado em múltiplas versões:

  • Guilty Gear X (ギルティギア ゼクス, Giruti Gia Zekusu?)[1]
  • Guilty Gear X Plus (ギルティギア ゼクスプラス, Giruti Gia Zekusu Purasu?)[2]
  • Guilty Gear X: Advance Edition (ギルティギア ゼクス アドバンスエディション, Giruti Gia Zekusu Adobansu Edishon?)[3]
  • Guilty Gear X ver 1.5

História[editar | editar código-fonte]

O jogo tem sua história passada algumas semanas antes do primeiro jogo. Um novo Commander Gear foi descoberto pelo nome de "Dizzy". Preocupados com a possibilidade de uma segunda guerra mundial começar, um outro torneio "Holy Knights" foi iniciado. O indivíduo que capturasse e matasse tal Gear ganharia uma recompensa de 500 mil World Dollars.[4]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

A versão original do Dreamcast foi primeiramente lançado como uma edição limitada com um mini-CD especial. Este mini-CD veio em 3 variantes, dois contendo cada um artworks diferentes que podiam ser vistos no PC, e um terceiro trazendo as faixas de música especialmente selecionada do jogo. Todas as 3 versões do mini-CD são marcados como "Type-A", "Type-B", e "Type-C", e possuem artworks diferentes na face dos discos. Adicionalmente, a imagem encontrada no GD-ROM difere da imagem encontrada na edição regular do GD-ROM.[5]

Personagens[editar | editar código-fonte]

Revisões[editar | editar código-fonte]

X Plus[editar | editar código-fonte]

O X Plus é uma atualização do jogo que contém dois personagens extras e um modo de galeria. Ele foi lançado exclusivamente para o PS2 no Japão. A versão de PS2 lançada nos EUA e na Europa é uma simples "adaptação" da versão de Dreamcast antes lançada, e não possui o conteúdo da versão japonesa.[6]

Novos personagens incluem Kliff Undersn e Justice. Cada personagem possui 3 diferentes versões: "Normal", "Extra" e "G.G.". Cada versão dá ao personagem uma lista diferente de golpes. As versões Extra e G.G. dos personagens podem ser desbloqueados para seleção após derrotar as respectivas versões no modo Survival. Em adição à estas 3 versões, versões "black" e "gold" dos personagens podem ser escolhidos independentemente para aumentar seus poderes. O modo "Story" também foi atualizado e um modo de código de passe foi implementado, tendo os códigos encontrados em Guilty Gear Petit 2 podendo ser utilizados.[7]

Advance Edition[editar | editar código-fonte]

Baseado na versão de arcade do jogo, o Advance Edition adiciona batalhas de tag, modos survival, de treinamento e de 3 contra 3. O mapeamento dos controles podem ser modificados para 3 ou 4 botões de ataque.[8]

Esta edição inclui todos os personagens da versão do arcade, exceto por Robo-Ky. Apesar disto, a versão Extra de Ky Kiske usa a lista de golpes "beta" do Robo-Ky.

O modo de seleção de 3 personagens de uma vez, originado da edição X Plus, está também incluso nesta versão do jogo. As cores dos personagens também podem ser editadas para quaisquer outras cores mas as seleções "black" e "gold" não estão incluídos, como no X Plus.

Ver 1.5[editar | editar código-fonte]

Uma conversão do jogo de arcade para a plataforma Atomiswave. Ele adiciona os golpes das versões caseiras do jogo e mais alguns elementos do Guilty Gear XX, com dificuldade reajustada. Os personagens Testament e Dizzy são inicialmente selecionáveis.

O jogo foi primeiramente revelado na exposição AOU2003.

Petit[editar | editar código-fonte]

Uma versão portátil do jogo original para o Wonder Swan Color, com sprites dos personagens super deformados. Personagens selecionáveis incluem Sol Badguy, Ky Kiske, Millia Rage, May, Potemkin, Fanny, Jam Kuradoberi e GGMillia.

Petit 2[editar | editar código-fonte]

O Petit 2 inclui as versões super deformadas de todos os personagens da versão do arcade, exceto por Baiken, Dizzy e Robo-Ky. Fanny também participa deste jogo. A versão GG dos personagens inclui-se em Millia, May, Sol e Ky. Versão "gold" dos personagens do X Plus também são disponíveis.

Os códigos-senha do Petit 2 podem ser usados no Guilty Gear X Plus para desbloquear conteúdos extra.

Club/Raid of Arms[editar | editar código-fonte]

O Guilty Gear Club é um jogo online num site desenvolvido para o celular iMode. Ele inclui conteúdo baixável como toques musicais, vozes, quadrinhos, mini-jogos e o jogo de luta Raid of Arms.

Raid of Arms é um jogo de luta cujo desenvolvimento foi baseado na sub-série X de Guilty Gear. Personagens disponíveis incluem Sol Badguy, Ky Kiske, May, Baiken, Potemkin, Chipp Zanuff, Millia Rage, Zato-1, Axl Low, Baldhead, Kliff Undersn e ES-Watt.

A barra "Tension" foi renomeada para barra "Chaos".

Recepção na mídia[editar | editar código-fonte]

Segue abaixo algumas revisões de sites de videogame famosos:

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]