Hermann Weyl

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Hermann Weyl
Matemática
Nacionalidade Alemanha Alemão
Nascimento 9 de novembro de 1885
Local Elmshorn
Morte 8 de dezembro de 1955 (70 anos)
Local Zurique
Atividade
Campo(s) Matemática
Instituições Instituto de Estudos Avançados de Princeton, Universidade de Göttingen, Instituto Federal de Tecnologia de Zurique
Alma mater Universidade de Göttingen
Tese 1908: Singuläre Integralgleichungen mit besonder Berücksichtigung des Fourierschen Integraltheorems
Orientador(es) David Hilbert[1]
Orientado(s) Fritz Fischer, Fritz Gassmann, Saunders Mac Lane, Ernst Max Mohr, Julius Adams Stratton, Alexander Weinstein
Conhecido(a) por Lista de tópicos com o nome de Hermann Weyl
Prêmio(s) Medalha Lobachevsky (1927), Gibbs Lecture (1948)
Assinatura
Hermann Weyl signature.svg

Hermann Klaus Hugo Weyl (Elmshorn, 9 de novembro de 1885Zurique, 8 de dezembro de 1955) foi um matemático alemão.

Embora tenha passado boa parte de sua vida acadêmica em Zurique, Suíça e posteriormente em Princeton, Nova Jérsei, ele está intimamente identificado com a tradição da matemática da Universidade de Göttingen, representada por David Hilbert e Hermann Minkowski. Suas pesquisas possuem grande significado para a física teórica, bem como para outras disciplinas puras como a teoria dos números. Weyl foi um dos mais influentes matemáticos do século XX, e personagem-chave do Instituto de Estudos Avançados de Princeton em seus primeiros anos, em termos de criar uma visão integrada e internacional.

Weyl públicou obras técnicas e algumas gerais sobre espaço, tempo, matéria, filosofia, lógica, simetria e história da matemática. Foi um dos primeiros a conceber a combinação da relatividade geral com as leis do eletromagnetismo. Enquanto nenhum matemático de sua geração tenha aspirado ao 'universalismo' de Henri Poincaré ou Hilbert, Weyl chegou tão perto disso quanto possível. Michael Atiyah, em particular, comentou que para onde quer que olhasse numa determinada área, descobria que Weyl o havia precedido (The Mathematical Intelligencer, 1984, vol.6, no.1).

A semelhança de nomes levou por vezes a que fosse confundido com André Weil. Uma piada comum entre matemáticos é que, sendo ambos de grande envergadura científica, constituía-se num raro exemplo de caso onde tal confusão não ofendia a nenhuma das partes.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Fontes primárias[editar | editar código-fonte]

  • 1913 Idee des Riemannflāche, 2da. ed. 1955. Addison-Wesley.
  • 1918 Das Kontinuum
  • 1918 Raum, Zeit, Materie. 5 eds. até 1922 ed. com notas de Jūrgen Ehlers, 1980.
  • 1923 Mathematische Analyse des Raumproblems.
  • 1924 Was ist Materie?
  • 1925 (publ. 1988 ed. K. Chandrasekharan) Riemann's Geometrische Idee.
  • 1927 Philosophie der Mathematik und Naturwissenschaft, 2da ed. 1949. Princeton 0689702078
  • 1928 Gruppentheorie und Quantenmechanik.
  • 1933 The Open World
  • 1934 Mind and Nature U. of Pennsylvania Press.
  • 1934 On generalized Riemann matrices, "Ann. of Math. 35": 400–415.
  • 1935 Elementary Theory of Invariants.
  • 1939 Classical Groups: Their Invariants And Representations. Princeton. ISBN 0-691-05756-7
  • 1940 Algebraic Theory of Numbers rept. 1998 Princeton U. Press. ISBN 0-691-05917-9
  • 1952 Symmetry. Princeton University Press. ISBN 0-691-02374-3
  • 1968 in K. Chandrasekharan ed, Gesammelte Abhandlungen. Vol IV. Springer.

Fontes secundárias[editar | editar código-fonte]

  • Ed. K. Chandrasekharan,Hermann Weyl, 1885-1985, Centenary lectures delivered by C. N. Yang, R. Penrose, A. Borel, at the ETH Zürich. Springer-Verlag: Berlim, Heidelberg, Nova York, Londres, Paris, Tóquio - 1986, publicado pela Eidgenössische Technische Hochschule, Zürique.
  • Deppert, Wolfgang et al., eds., Exact Sciences and their Philosophical Foundations. Vorträge des Internationalen Herman-Weyl-Kongresses, Kiel 1985, Berna; Nova York; Paris: Peter Lang, 1988,
  • Ivor Grattan-Guinness. The Search for Mathematical Roots 1870-1940. Princeton Uni. Press., 2000.
  • Erhard Scholz; Robert Coleman; Herbert Korte; Hubert Goenner; Skuli Sigurdsson; Norbert Straumann eds. Hermann Weyl's Raum - Zeit - Materie and a General Introduction to his Scientific Work. Oberwolfach Seminars. ISBN 3-7643-6476-9. Springer-Verlag: Nova York, Nova York, N.Y.
  • Thomas Hawkins. Emergence of the Theory of Lie Groups, Nova York: Springer, 2000.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) matemático(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.