I Love to Singa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.

I Love to Singa, é simultaneamente o título de uma canção escrita por Harold Arlen e Ey Harburg e uma curta animação da Merrie Melodies baseada nessa canção. Arlen e Harburg originalmente escreveu a música para o filme "The Singing Kid" da Warner Bros em 1936. O filme foi dos primeiros a usar do processo de reprodução em cor de três faixas da tecnicolor.

I Love to Singa retrata a história de um jovem mocho que quer cantar jazz, em vez da música clássica alemã que o seu pai exige que ele cante. A animação é uma homenagem ao filme de Al Jolson chamado "The Jazz Singer".

No filme, um jovem mocho, é injustamente expulso da casa de sua família por seu pai, um disciplinador violinista depois ter sido apanhado a cantar jazz em vez "Drink to Me Only with Thine Eyes". Após a sua expulsão o pequeno mocho encontra um concurso de vozes de rádio, organizado por "Jack Bunny" (um trocadilho sobre Jack Benny), e com o nome de Owl Jolson" (um trocadilho sobre a Al Jolson), ganha o concurso, mas não antes de seu pai ter finalmente visto o potencial do seu filho e o permitir livremente cantar jazz.