Javaporco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O javaporco é uma subespécie animal originária do cruzamento entre o porco doméstico (Sus scrofa domesticus) e o javali (Sus scrofa).[1]

O animal costuma viver em bandos e tem hábitos noturnos. Possui hábitos alimentares similares ao do javali: é omnívoro, com preferência por vegetais como raízes, frutos, bolotas, castanhas e sementes. Costumam cavocar a terra em busca de alimento e também invadem terras cultivadas, causando prejuízos a produtores rurais. O javaporco pode pesar até 250 kg.[2]

Origem[editar | editar código-fonte]

Originário da Ásia, Europa e norte da África, o javali selvagem é encontrado no Brasil em estados como Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Nessas regiões, alguns bichos acabaram encontrando porcas domésticas e cruzando com elas, o que originou o javaporco.

O animal se espalhou principalmente pelo interior de São Paulo e grandemente na região do amazonas, onde onde causa danos em culturas e florestas. Há registros do bicho inclusive na mata atlântica.[3]

Manejo[editar | editar código-fonte]

Nas regiões de Franca, Araçatuba, São José do Rio Preto e Bauru, ataques de javaporcos a plantações levaram produtores rurais e instalar cercas-elétricas para proteger suas terras desses animais.

Em 2013, o IBAMA autorizou a caça controlada para tentar controlar a população de javaporcos e javalis.  Os produtores rurais devem obedecer algumas normas antes da caça, como fazer um cadastro antes de abater o animal, não transportá-lo de um lugar para o outro e não consumir sua carne, que pode estar contaminada.[4]

Recentemente este animal foi estudado mais profundamente no Brasil, na região de Jacaratuá, onde foi feita a sua caracterização dentro do grupo dos ungulados do ponto de vista da morfologia, fisiologia e genómica, por uma equipa de biólogos da Universidade de Aveiro liderada pelo mamólogo Prof. Dr. Carlos Fonseca.[5]

Em setembro de 2011, a revista piauí revelou num perfil do ministro Gilberto Carvalho que ele mantém um javaporco criado em espaço exíguo em seu sítio nos arredores de Brasília, chamando a atenção para as condições degradantes em que esses animais são às vezes criados.[6] .

Referências

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.