José Pedro da Câmara

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

José Pedro da Câmara (Anjos, Lisboa, 30 de julho de 1721 - 1779)[1] foi um administrador colonial português, sendo o 77.º Governador da Índia, o último nomeado por Dom José[2] .

Durante seu governo, foram extintos os tribunais da Relação e da Inquisição[2] em Goa. Foram, também, restauradas várias vias marginais, sendo para isso instituído um imposto que deveria ter 10 anos de prazo, mas que até hoje são cobrados pelas prefeituras locais[2] . Também foram criados celeiros públicos, para o momento de escassez[2] . Regressou à Metrópole em 1779[2] .

Referências

  1. Biografia no Geneall.net
  2. a b c d e Manoel José Gabriel Saldanha. História de Goa: História política (em Português). 2.ª edição ed. [S.l.]: Asian Educational Services, 1990. 222 pp. ISBN 9788120605909


Precedido por
Filipe de Valadares Sotomaior
Governador e Capitão-Geral da Índia Portuguesa
1774 - 1779
Sucedido por
Frederico Guilherme de Sousa Holstein