Matias de Albuquerque, 15.º vice-rei da Índia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
D. Matias de Albuquerque
Retrato de D. Matias de Albuquerque
vice-rei da Índia Flag Portugal (1521).svg
Período de governo 15911597
Antecessor(a) Manuel de Sousa Coutinho
Sucessor(a) Francisco da Gama, 4.º Conde da Vidigueira
1ª vez
Vida
Nascimento 1547
Morte 1609 (62 anos)
Progenitores Mãe: D. Camila de Noronha
Pai: Manuel de Albuquerque, capitão da Mina

Dom Matias de Albuquerque (15471609) foi um militar português, o 32.º Governador da Índia e o 15.º vice-rei da Índia, sendo descendente de Afonso de Albuquerque. Serviu na Índia por mais de 30 anos, combatendo e alcançando importantes vitórias, como em Mangalore (1566) e na defesa de Goa, que encontrava-se sitiada em 1571. Entre 1584 e 1588 é capitão da fortaleza de Ormuz, onde procedeu aos trabalhos de reparação da fortaleza, que se encontrava em mau estado, tendo inclusivamente mandado construir grandes cisternas. Como vice-rei, teve fama de administrador honesto e conseguiu vitórias em Ceilão e Malabar. É considerado um dos mais respeitados governantes da Índia Portuguesa. Casou-se com Filipa de Vilhena, sem deixar descendência.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Manuel de Sousa Coutinho
Vice-Rei da Índia Portuguesa
15911597
Sucedido por
Francisco da Gama, 4.º Conde da Vidigueira
1ª vez