Lenda do envenenamento dos poços

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Antissemitismo
Judenstern

Antissemitismo e antijudaísmo
História  · Linha do tempo  · Bibliografia

Manifestações de antissemitismo
Movimentos de antiglobalização  · Árabes  · Cristianismo  · Islamismo  · Nation of Islam e antissemitismo  · Novo antissemitismo  · Antissemitismo racial  · Antissemitismo religioso  · Antissemitismo secundário  · Antissemitismo nas universidades  · Antissemitismo ao redor do mundo

Alegações
Deicídio · Libelos de sangue · Assassinatos rituais
Envenenamento de poços · Dessacramento de hóstias
Lobby judaico · Bolchevismo judaico · Imposto kosher
Caso Dreyfus
Governo de Ocupação Sionista
Negação do Holocausto

Publicações antissemitas
Sobre os judeus e suas mentiras Os Protocolos dos Sábios de Sião
O Judeu Internacional
Mein Kampf
A Cultura da Crítica

Perseguições
Expulsões · Guetos · Pogroms
Chapéu judeu · Judensau
Estrela amarela · Inquisição Espanhola
Segregação · Holocausto
Nazismo · Neonazismo

Oposição ao antissemitismo
Anti-Defamation League
Community Security Trust
Agência dos Direitos Fundamentais da União Europeia  · Instituto Stephen Roth
Wiener Library · SPLC · SWC
UCSJ · SKMA · Yad Vashem

Categorias
Antissemitismo · História judaica

A lenda do envenenamento dos poços derivou-se de uma acusação antissemita originada no século XIV, o mesmo da peste negra.

Os judeus eram acusados em várias cidades da Europa de serem a causa das doenças e de envenenarem os poços de água, causando as mortes.

Os judeus foram vítimas de pogroms. Cerca de 60 grandes cidades com comunidades judaicas e 150 comunidades judaicas menores foram vítimas de ataques. Casas foram queimadas, ocupantes foram mortos e também houve tortura.

O presidente da câmara de Zwolle (Holanda), após o pogrom desse ano na sua cidade disse: "foram mortos pelo amor a Deus, com o fogo e pela espada".

Ligações externas[editar | editar código-fonte]