Linha Matterhorn-Gotthard

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Linha Matterhorn-Gotthard - em alemão Matterhorn-Gotthard Bahn (MGB) - é o resultado da fusão da Furka-Oberalp (FO) e de Brig-Visp-Zermatt (BVZ). A MGB é uma linha de bitola métrica

Furka-Oberalp[editar | editar código-fonte]

Oberalp-Bahn

A companhia BFD - Brigue-Furka-Oberalp - foi fundada em 1910 e a porção Briga-Gletsch foi aberto em 1915, mas a companhia faliu em 1923. Uma nova sociedade, a Furka-Oberalp (FO), foi criada em 1925 e ficou com as infra-estructuras e o material rolante. A linha reabriu em 1926 e nos 97 km, nove secções eram a cremalheira.

Foi em 1930 que na ligação Zermatt-St. Moritz foi lançamento do célebre Glacier Express. A electrificação terminou em 1942 e com a ajuda da Confederação Helvética foi perfurado um túnel de base entre 1973-82 de 15,4 km a partir de Oberwald, e que foi inaugurado em 26 de Junho de 1962 e permitia a exploração da linha durante todo o ano, assim como o carregamento de veículos automóveis [1] .

A antiga linha do Passo da Furka foi retomada por uma associação de voluntários que fazem funcionar hoje a Linha da Furka.

Brigue-Visp-Zermat[editar | editar código-fonte]

Aquando da sua inauguração em 1890 a linha BVZ retomava a linha internacional da Linha do Simplon para parar em Visp e só chegou a Zermatt em 1891. Durante vários anos a linha só funcionava de verão e só começou a ser utilizada o ano inteiro depois de se terem feito as protecções anti-avalanche.

Itinerário[editar | editar código-fonte]

Actualmente o rede tem um total de 144 km dos quais 31.9 são equipados de cremalheira, e onde há 29 túneis e mais de 60 pontes

Estrada-combóio[editar | editar código-fonte]

A MGB explora dois serviços de transporte de veículos por comboio, o chamado transporte combinado acompanhado:

Imagens[editar | editar código-fonte]


Referências