Louis Slotin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Louis Slotin

Louis Slotin (1 de dezembro de 1910 - 30 de maio de 1946) foi um físico e químico canadense que participou do Projeto Manhattan.[1]

Como parte do Projeto Manhattan, Slotin realizou experimentos com núcleos de urânio e plutônio para determinar o valor de sua massa crítica. Após a Segunda Guerra Mundial, Slotin continuou suas pesquisas no Los Alamos National Laboratory. Em 21 de maio de 1946, acidentalmente deu início a uma reação de fissão, que lançou uma rajada forte de radiação. Ele foi levado às pressas para o hospital e morreu nove dias depois, é considerado a segunda vítima de acidente de reatividade nuclear da história.

Slotin foi saudado como um herói pelo governo dos Estados Unidos por reagir com rapidez suficiente para evitar a morte de seus colegas. O acidente e suas conseqüências têm sido dramatizado na ficção.

Referências

  1. RUIC, Gabriela (11 de maio de 2012). 6 inventores e cientistas mortos por suas criações. Info. Página visitada em 15/05/2012.


Ícone de esboço Este artigo sobre um cientista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.