Glenn Theodore Seaborg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Glenn Theodore Seaborg Medalha Nobel
Química nuclear
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Nascimento 19 de Abril de 1912
Local Ishpeming, Michigan,  Estados Unidos
Morte 25 de Fevereiro de 1999 (86 anos)
Local Lafayette, Califórnia,  Estados Unidos
Atividade
Campo(s) Química nuclear
Instituições Universidade da Califórnia em Berkeley, Projeto Manhattan
Orientador(es) George Ernest Gibson e Gilbert Newton Lewis
Conhecido(a) por Descoberta de dez elementos transurânicos, seabórgio
Prêmio(s) Nobel prize medal.svg Nobel de Química (1951), Medalha Perkin (1957), Prêmio Enrico Fermi (1959), Medalha Franklin (1963), Medalha Priestley (1979, Medalha Glenn T. Seaborg (1987), Prêmio Vannevar Bush (1988), Medalha Nacional de Ciências (1991), National Inventors Hall of Fame (2005)

Glenn Theodore Seaborg (Ishpeming, 19 de Abril de 1912Lafayette, 25 de Fevereiro de 1999) foi um químico estadunidense.

Foi agraciado com o Nobel de Química de 1951.

Durante o Projeto Manhattan, Seaborg foi o responsável pela definição da escala dos procedimentos para produzir grandes quantidades de plutônio. Foi também responsável pela descoberta e isolamento de 10 elementos químicos transurânicos: o próprio plutônio, e também o amerício, cúrio, berquélio, califórnio, einstênio, férmio, mendelévio, nobélio e seabórgio, que recebeu este nome em sua homenagem.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Otto Paul Hermann Diels e Kurt Alder
Nobel de Química
1951
com Edwin Mattison McMillan
Sucedido por
Archer John Porter Martin e Richard Laurence Millington Synge
Precedido por
Eugene Paul Wigner
Prêmio Enrico Fermi
1959
Sucedido por
Hans Bethe
Precedido por
Geoffrey Ingram Taylor
Medalha Franklin
1963
Sucedido por
Gregory Breit