Cyril Norman Hinshelwood

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cyril Norman Hinshelwood Medalha Nobel
Nacionalidade Reino Unido Britânico
Nascimento 19 de junho de 1897
Local Londres
Morte 9 de outubro de 1967 (70 anos)
Local Londres
Instituições Universidade de Oxford
Alma mater Universidade de Oxford
Prêmio(s) Medalha e Prêmio Meldola (1923), Medalha Davy (1942), Medalha Real (1947), Nobel prize medal.svg Nobel de Química (1956), Medalha Leverhulme (1960), Medalha Copley (1962)

Sir Cyril Norman Hinshelwood (Londres, 19 de junho de 1897 — Londres, 9 de outubro de 1967) foi um químico britânico.

Estudou na Universidade de Oxford, onde lecionou desde 1937. Suas pesquisas das diversas combinações do hidrogênio e oxigênio lhe valeram o Nobel de Química de 1956, compartilhado com o soviético Nikolay Nikolayevich Semyonov, que havia trabalhado independentemente. Tratou de esclarecer o mecanismo das reações químicas por métodos cinéticos, como indicam suas obras:

  • "Kinetic of Chemical Changes in Gaseous Systems" (1926)
  • "The Reaction between Hydrogen and Oxygen" (1934)
  • "The Chemical Kinetics of the Bacterian Cell" (1946)

Foi presidente da Royal Society, de 1955 e 1960.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Cyril Dean Darlington e William Lawrence Bragg
Medalha Real
1947
com Frank Burnet
Sucedido por
James Gray e Harold Jeffreys
Precedido por
Vincent du Vigneaud
Nobel de Química
1956
com Nikolay Semyonov
Sucedido por
Alexander R. Todd
Precedido por
Edgar Douglas Adrian
Presidente da Royal Society
1955 — 1960
Sucedido por
Howard Walter Florey
Precedido por
Hans Krebs
Medalha Copley
1962
Sucedido por
Paul Fildes


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) químico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.