Cyril Norman Hinshelwood

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cyril Norman Hinshelwood Medalha Nobel
Nacionalidade Reino Unido Britânico
Nascimento 19 de junho de 1897
Local Londres
Morte 9 de outubro de 1967 (70 anos)
Local Londres
Instituições Universidade de Oxford
Alma mater Universidade de Oxford
Prêmio(s) Medalha e Prêmio Meldola (1923), Medalha Real (1947), Nobel prize medal.svg Nobel de Química (1956), Medalha Leverhulme (1960), Medalha Copley (1962)

Sir Cyril Norman Hinshelwood (Londres, 19 de junho de 1897 — Londres, 9 de outubro de 1967) foi um químico britânico.

Estudou na Universidade de Oxford, onde lecionou desde 1937. Suas pesquisas das diversas combinações do hidrogênio e oxigênio lhe valeram o Nobel de Química de 1956, compartilhado com o soviético Nikolay Nikolayevich Semyonov, que havia trabalhado independentemente. Tratou de esclarecer o mecanismo das reações químicas por métodos cinéticos, como indicam suas obras:

  • "Kinetic of Chemical Changes in Gaseous Systems" (1926)
  • "The Reaction between Hydrogen and Oxygen" (1934)
  • "The Chemical Kinetics of the Bacterian Cell" (1946)

Foi presidente da Royal Society, de 1955 e 1960.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Cyril Dean Darlington e William Lawrence Bragg
Medalha Real
1947
com Frank Burnet
Sucedido por
James Gray e Harold Jeffreys
Precedido por
Vincent du Vigneaud
Nobel de Química
1956
com Nikolay Semyonov
Sucedido por
Alexander R. Todd
Precedido por
Edgar Douglas Adrian
Presidente da Royal Society
1955 — 1960
Sucedido por
Howard Walter Florey
Precedido por
Hans Krebs
Medalha Copley
1962
Sucedido por
Paul Fildes


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) químico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.