Yoichiro Nambu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Yōichirō Nambu Medalha Nobel
Física
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Nascimento 18 de Janeiro de 1921 (93 anos)
Local Fukui
Atividade
Campo(s) Física
Instituições Universidade de Tóquio (1942-9), Universidade da Cidade de Osaka (1949-52), Instituto de Estudos Avançados de Princeton (1952-4), Universidade de Chicago (1954-)
Conhecido(a) por Quebra espontânea de simetria
Prêmio(s) Prêmio Dannie Heineman de Física Matemática (1970), Medalha Nacional de Ciências (1982), Medalha Max Planck (1985), Prêmio Wolf de Física (1994/1995), Medalha Dirac (1986), Prêmio Sakurai (1994), Medalha Oskar Klein (2005), Prêmio Pomeranchuk (2007), Nobel prize medal.svg Nobel de Física (2008)

Yōichirō Nambu (南部 陽一郎, Nanbu Yōichirō?) (Fukui, 18 de janeiro de 1921) é um físico estadunidense nascido em Tóquio, Japão, conhecido por sua contribuição no campo da física teórica. Trabalhou na Universidade de Tóquio e é professor emérito da Universidade de Chicago.[1]

Foi galardoado com o Nobel de Física, "pela descoberta do mecanismo da quebra espontânea de simetria na física subatômica" em 2008.[2]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Arthur Wightman
Prêmio Dannie Heineman de Física Matemática
1970
Sucedido por
Roger Penrose
Precedido por
Res Jost
Medalha Max Planck
1985
Sucedido por
Franz Wegner
Precedido por
Jakov Seldovich e Edward Witten
Medalha Dirac do ICTP
1986
com Alexander Polyakov
Sucedido por
Bryce DeWitt e Bruno Zumino
Precedido por
Benoît Mandelbrot
Prêmio Wolf de Física
1994/1995
com Vitaly Ginzburg
Sucedido por
John Archibald Wheeler
Precedido por
Albert Fert e Peter Grünberg
Nobel de Física
2008
com Makoto Kobayashi e Toshihide Maskawa
Sucedido por
Charles Kao, Willard Boyle e George Smith


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.