Simon van der Meer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Simon van der Meer Medalha Nobel
Física
Nacionalidade Países Baixos Neerlandês
Nascimento 24 de Novembro de 1925
Local Haia
Morte 4 de março de 2011 (85 anos)
Local Genebra
Atividade
Campo(s) Física
Instituições Organização Europeia para a Investigação Nuclear
Alma mater Universidade Técnica de Delft
Prêmio(s) Medalha do prêmio Nobel Nobel de Física (1984)

Simon van der Meer (Haia, 24 de Novembro de 1925Genebra, 4 de março de 2011) foi um físico neerlandês.

Foi laureado com o Nobel de Física de 1984, por contribuições fundamentais que levaram à descoberta das partículas de campo W e Z, transportadoras da interação fraca.

É de van der Meer a ideia de criar feixes de partículas nucleares intensas pelo processo chamado do refroidissement stochastique (arrefecimento estocástico), que realizou nos Anéis de Armazenagem a Intersecções, um acelerador do CERN.[1]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Subrahmanyan Chandrasekhar e William Alfred Fowler
Nobel de Física
1984
com Carlo Rubbia
Sucedido por
Klaus von Klitzing


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.