Felix Bloch

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Felix Bloch Medalha Nobel
Física
Nacionalidade Suíça Suíço
Nascimento 23 de Outubro de 1905
Local Zurique
Morte 10 de Setembro de 1983 (77 anos)
Local Zurique
Atividade
Campo(s) Física
Instituições Universidade da Califórnia em Berkeley, Universidade Stanford
Alma mater Instituto Federal de Tecnologia de Zurique, Universidade de Leipzig
Orientador(es) Werner Heisenberg
Prêmio(s) Nobel prize medal.svg Nobel de Física (1952)

Felix Bloch (Zurique, 23 de Outubro de 1905 — Zurique, 10 de Setembro de 1983) foi um físico suiço.

Foi laureado, juntamente com Edward Mills Purcell, com o Nobel de Física de 1952, pelo "desenvolvimento de novos métodos de medição precisa do magnetismo nuclear e descobertas afins" [1] , nomeadamente a ressonância magnética nuclear (RMN).

Em Zurique, onde nasceu, fez os estudos na Escola Politécnica Federal de Zurique (EPFZ), estudou física na Universidade de Leipzig onde se doutorou em 1928 e onde defendeu tese estabelecendo a teoria quântica do estado sólido.

Fixou-se na Alemanha, onde trabalhou com Werner Heisenberg, Wolfgang Pauli, Niels Bohr et Enrico Fermi. Em 1934 vai trabalhar nos Estados Unidos, inicialmente na Universidade Stanford e durante a Segunda Guerra Mundial no Laboratório Nacional de Los Alamos de onde saiu para se juntar a um projecto sobre radar na Universidade Harvard.

Depois da guerra concentrou-se na pesquisa sobre a indução nuclear e a ressonância magnética nuclear. Os seus estudos estão na base da espectroscopia RMN.

Referências


Precedido por
John Douglas Cockcroft e Ernest Thomas Sinton Walton
Nobel de Física
1952
com Edward Mills Purcell
Sucedido por
Frits Zernike


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.