Karl Ferdinand Braun

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Karl Ferdinand Braun Medalha Nobel
Física
Nacionalidade Alemanha Alemão
Nascimento 6 de junho de 1850
Local Fulda
Morte 20 de abril de 1918 (67 anos)
Local Nova Iorque
Atividade
Campo(s) Física
Instituições Universidade de Karlsruhe, Universidade de Marburg, Universidade de Estrasburgo, Universidade de Tübingen, Universidade de Würzburgo
Alma mater Universidade de Marburg, Universidade Humboldt de Berlim
Orientador(es) August Kundt
Orientado(s) Leonid Mandelstam, Albert Schweitzer
Prêmio(s) Nobel prize medal.svg Nobel de Física (1909)

Karl Ferdinand Braun (Fulda, 6 de junho de 1850Nova Iorque, 20 de abril de 1918) foi um físico alemão.

Ferdinand Braun nasceu em Fulda, Hesse, em 6 de junho de 1850. Foi educado na Universidade de Marburgo e recebeu sou doutorado pala Universidade de Berlim em 1872.[1]

O telegrafista Köpsel, Braun e Jonathan Zenneck na estação telegráfica sem fio de Helgoland, em 24 de setembro de 1900

Nos anos de 1890 e 1891 patenteou vários métodos para acionar o circuito de um relé a distância por meio de ondas eletromagnéticas. Em 1890 publicou um boletim sobre as suas investigações no campo da condutividade elétrica.

Compartilhou o Nobel de Física de 1909 com Guglielmo Marconi, pelo seu serviço no desenvolvimento da telegrafia sem fios.[2] O seu equipamento sem fios utilizava circuitos ressonantes no transmissor e receptor, proporcionando sensível melhora no sistema original de Marconi.

Braun introduziu o uso do detector a cristal nos receptores. O seu trabalho em observar formas de ondas usando uma tela coberta de fósforo favoreceu o surgimento do tubo de raios catódicos, e posteriormente o tubo de televisão.

Referências

  1. Biesinger, Joseph A.. . [S.l.]: Infobase Publishing, 2006. p. 289. ISBN 0816074712
  2. Diagram Group Staff. The Facts on File Physics Handbook (em inglês). [S.l.]: Infobase Publishing, 2009. ISBN 1438109598

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Gabriel Lippmann
Nobel de Física
1909
com Guglielmo Marconi
Sucedido por
Johannes Diderik van der Waals