Konrad Bloch

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Konrad Emil Bloch Medalha Nobel
Bioquímica
Nacionalidade Alemanha Alemão
Nascimento 21 de janeiro de 1912
Local Neisse, Silésia
Morte 15 de outubro de 2000 (88 anos)
Local Lexington, Massachusetts
Atividade
Campo(s) Bioquímica
Instituições Universidade de Columbia, Universidade de Chicago, Universidade Harvard
Prêmio(s) Nobel prize medal.svg Nobel de Fisiologia ou Medicina (1964), Medalha Nacional de Ciências (1988)

Konrad Emil Bloch (Neisse, 21 de janeiro de 1912Lexington, Massachusetts, 15 de outubro de 2000) foi um bioquímico alemão.

Foi agraciado com o Nobel de Fisiologia/Medicina de 1964.

Placa de homenagem a Konrad Bloch na sua terra natal (em polonês, inglês e alemão).

Nasceu em Neisse (em polaco Nysa), na província prussiana da Silésia do Império Alemão e estudou na Universidade Técnica de Munique. Em 1934, devido às perseguições aos judeus levadas a cabo pelos nazis, fugiu para o "Schweizerische Forschungsinstitut" (Instituto de Investigação Suíço) em Davos, Suíça, antes de se mudar para os Estados Unidos, em 1936.

Nos Estados Unidos, Bloch frequentou a Universidade de Columbia e completou um doutoramento em bioquímica em 1938. Deu aulas na mesma universidade entre 1939 e 1946, assim como na Universidade de Chicago e na Universidade Harvard. Nesta última leccionou até 1982, ano em que se reformou.

Em 1964, K. E. Bloch recebeu, juntamente com Feodor Lynen, o Nobel de Fisiologia/Medicina, por descobertas relativas aos mecanismos de regulação do colesterol.

Morreu em Lexington, Massachusetts, em 15 de outubro de 2000, aos 88 anos.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
John Eccles, Alan Hodgkin e Andrew Huxley
Nobel de Fisiologia/Medicina
1964
com Feodor Lynen
Sucedido por
François Jacob, André Lwoff e Jacques Monod


Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.