Paul Christian Lauterbur

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Paul Christian Lauterbur Medalha Nobel
Química
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Nascimento 6 de Maio de 1929
Local Sidney, Ohio
Morte 27 de Março de 2007 (77 anos)
Local Urbana, Illinois
Atividade
Campo(s) Química
Instituições Universidade de Illinois em Urbana-Champaign
Alma mater Case Western Reserve University, Universidade de Pittsburgh
Prêmio(s) Medalha Howard N. Potts (1983), Prêmio Harvey (1986), Medalha de Honra IEEE (1987), Medalha Nacional de Ciências (1987), Plaqueta Röntgen (1987), Prêmio Bower de Realização em Ciência (1990/91), Prêmio Kyoto (1994), Nobel prize medal.svg Nobel de Fisiologia ou Medicina (2003), National Inventors Hall of Fame (2007)

Paul Christian Lauterbur (Sidney, 6 de Maio de 1929Urbana, 27 de Março de 2007) foi um químico estaduniense.

Partilhou o Nobel de Fisiologia ou Medicina de 2003 com Peter Mansfield, pelo seu trabalho sobre ressonância magnética por imagem" (MRI).

George W. Bush recepciona 6 agraciados com o Prêmio Nobel em 2003. Paul Christian Lauterbur está na extremidade direita

Nascido e criado em Sidney (Ohio), Lauterbur graduou-se pelo Sidney High School, onde uma nova ala de Química, Física e Biologia foi baptizada em sua honra. Fez a sua pós-graduação na Case Western Reserve University em Cleveland. Lauterbur graduou-se em 1962 pela Universidade de Pittsburgh.

Creditou a ideia do MRI durante um jantar em Pittsburgh, Pensilvânia. O primeiro modelo do MRI foi rabiscado num guardanapo. A futura pesquisa que levou ao Nobel de Fisiologia ou Medicina foi executada na State University of New York at Stony Brook durante a década de 1970.

Foi professor da Universidade de Illinois até à sua morte.

O Nobel de Física de 1952, que foi para Felix Bloch e Edward Purcell, foi atribuído pelo desenvolvimento da Ressonância magnética nuclear (NMR), o princípio científico por trás da MRI. De qualquer forma, durante décadas a ressonância magnética foi usada principalmente para estudar as estruturas químicas das substâncias. Foi somente na década de 1970 com o trabalho desenvolvido por Lauterbur e Mansfield que a Ressonância Magnética Nuclear foi usada para produzir imagens do organismo humano.

Lauterbur está creditado pela ideia de introduzir gradiantes no Campo magnético o que permitiu determinar a origem das ondas de rádio emitidas pelo núcleo atómico do objecto de estudo. Esta informação regional permite a produção de fotografias bi-dimensionais.

A sua máquina de MRI original está localizada no Departamento de Química, no campus da State University of New York at Stony Brook em Stony Brook, Nova Iorque.

Lauterbur é membro da classe de 2007 do National Inventors Hall of Fame.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Jack Kilby
Medalha de Honra IEEE
1987
Sucedido por
Calvin Quate
Precedido por
Sydney Brenner, Robert Horvitz e John Sulston
Nobel de Fisiologia ou Medicina
2003
com Peter Mansfield
Sucedido por
Richard Axel e Linda Buck


Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.