David Baltimore

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
David Baltimore Medalha Nobel
Microbiologia
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Nascimento 7 de Março de 1938 (76 anos)
Local Nova Iorque
Atividade
Campo(s) Microbiologia
Instituições Instituto de Tecnologia de Massachusetts, Universidade Rockefeller, Instituto de Tecnologia da Califórnia
Alma mater Swarthmore College, Universidade Rockefeller
Conhecido(a) por Classificação de Baltimore
Prêmio(s) Nobel prize medal.svg Nobel de Fisiologia ou Medicina (1975), Medalha Nacional de Ciências (1999)
Notas Membro da Pontifícia Academia das Ciências

David Baltimore (Nova Iorque, 7 de Março de 1938) é um microbiologista estadunidense.

Foi agraciado, juntamente com Howard Temin e Renato Dulbecco, com o Nobel de Fisiologia ou Medicina de 1975, por pesquisas sobre a interação entre tumores viróticos e o material genético.

Foi professor na Faculdade de Medicina Albert Einstein, no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e na Sociedade Americana de Microbiologia do Cancro/Câncer.

Em 1970, com Howard Temin, descobriu a enzima que permite ao ARN dirigir a síntese do ADN. Recebeu o Prémio Eli Lilly para microbiologia e imunologia em 1971, e o Prémio da Fundação Heel para biologia molecular.

David Baltimore é membro do conselho editorial da Encyclopaedia Britannica, responsável pelos assuntos referentes à fisiologia e desde 1978 é membro da Pontifícia Academia das Ciências.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Albert Claude, Christian de Duve e George Emil Palade
Nobel de Fisiologia ou Medicina
1975
com Renato Dulbecco e Howard Martin Temin
Sucedido por
Baruch Samuel Blumberg e Daniel Carleton Gajdusek


Ícone de esboço Este artigo sobre médicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.