Raymond Mindlin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Raymond Mindlin
Engenharia
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Nascimento 17 de setembro de 1906
Local Nova Iorque
Morte 22 de novembro de 1987 (81 anos)
Local Hanover
Atividade
Campo(s) Engenharia
Prêmio(s) Medalha Theodore von Karman (1961), Medalha Timoshenko (1964), Medalha ASME (1976), Medalha Nacional de Ciências (1979)

Raymond David Mindlin (Nova Iorque, 17 de setembro de 1906Hanover, 22 de novembro de 1987) foi um mecanicista com fundamentais contribuições para a teoria da elasticidade e mecânica aplicada.

Educação[editar | editar código-fonte]

Em 1924 ingressou na Universidade Columbia, participando de uma série de cursos de verão ministrados por Stephen Timoshenko.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Mindlin resolveu um problema fundamental da teoria da elasticidade em sua tese de doutorado: a determinação do estado de tensões em um semi-espaço elástico infinito submetido a uma carga concentrada aplicada a uma determinada distância de sua superfície horizontal. O resultado por ele obtido é atualmente denominado problema de Mindlin, representando uma generalização de duas soluções clássicas do século XIX, associadas com os nomes de Kelvin e Boussinesq, tornando-se a base para formulações analíticas utilizadas em geotecnia. Seu artigo foi publicado na revista Physics (atualmente Journal of Applied Physics) em 1936, o ano em que Mindlin obteve seu título de doutorado.

Mindlin permaneceu então assistente por dois anos, sendo promovido a instrutor em engenharia civil, e somente em 1940 foi promovido a professor assistente.

Após ter-se retirado em 1942 para trabalhar com engenharia naval em Maryland, Mindlin retornou à Universidade Columbia em 1945 como professor associado, sendo efetivado professor dois anos depois, onde permaneceu até aposentar-se, em 1975.

Contribuições[editar | editar código-fonte]

Nos Collected Papers of Raymond D. Mindlin (2 volumes, Springer-Verlag, 1989) estão reunidos 129 artigos de sua autoria ou co-autoria. As mais significativas contribuições de Mindlin foram resumidas em 8 artigos elaborados por seus discípulos e eamigos em um livro dedicado a celebrar sua aposentadoria (R.D. Mindlin and Applied Mechanics, Pergamon, 1974), tratando dos assuntos:

  • Fotoelasticidade e mecânica experimental;
  • Elasticidade tridimensional clássica (incluindo o Problema de Mindlin);
  • Contínuo elástico geral;
  • Contato friccional e meio granular;
  • Ondas e vibrações em placas isotrópicas e anisotrópicas (modelo de placa de Mindlin);
  • Propagação de ondas em barras e cilíndros;
  • Teoria da eletro-elasticidade e cristais piezoelétricos;
  • Estrutura cristalina.

Recebeu a Medalha Theodore von Karman de 1961, e a Medalha Timoshenko de 1964.

Modelo de placas de Mindlin[editar | editar código-fonte]

Publicou em 1951 um modelo de placas incluindo as deformações cisalhantes transversais não consideradas no modelo clássico de placas de Kirchhoff.

Publicações[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • The Collected Papers of Raymond D. Mindlin, editado por H. Deresiewicz, M.P. Bieniek, F.L. DiMaggio, Springer-Verlag, 1989.
  • R.D. Mindlin and Applied Mechanics, editado por George Herrmann, Pergamon Press, 1974.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
William Prager
Medalha Theodore von Karman
1961
Sucedido por
Nathan M. Newmark
Precedido por
Michael James Lighthill
Medalha Timoshenko
1964
Sucedido por
Sydney Goldstein