Martin Evans

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Martin Evans Medalha Nobel
Genética
Nacionalidade Reino Unido Britânico
Nascimento 1 de janeiro de 1941 (73 anos)
Local Stroud
Atividade
Campo(s) Genética
Prêmio(s) Prêmio Albert Lasker de Pesquisa Médica Básica (2001), Nobel prize medal.svg Nobel de Fisiologia ou Medicina (2007), Medalha Copley (2009)

Sir Martin John Evans (Stroud, 1 de janeiro de 1941) é um geneticista britânico.

A ele é atribuída a descoberta das células estaminais embriónicas, em 1981.

Foi co-galardoado com o Nobel de Fisiologia ou Medicina de 2007.

Recebeu a Medalha Copley de 2009 [1] , "por seu trabalho seminal sobre as células estaminais embrionárias em ratos, que revolucionou o campo da genética"[2] .

Referências

  1. Página oficial da Medalha Copley
  2. No original em inglês: "for his seminal work on embryonic stem cells in mice, which revolutionised the field of genetics."

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Andrew Fire e Craig Mello
Nobel de Fisiologia ou Medicina
2007
com Mario Capecchi e Oliver Smithies
Sucedido por
Harald zur Hausen, Françoise Barré-Sinoussi e Luc Montagnier
Precedido por
Roger Penrose
Medalha Copley
2009
Sucedido por
David Cox e Tomas Lindahl


DNA123.png   Este artigo é um esboço sobre um geneticista. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.