Craig Mello

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Craig Mello Medalha Nobel
Medicina
O vice-presidente dos Estados Unidos Dick Cheney recepciona alguns dos laureados com o Prêmio Nobel de 2006. Craig Mello é o segundo a partir da direita.
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Nascimento 18 de outubro de 1960 (54 anos)
Local New Haven
Atividade
Campo(s) Medicina
Prêmio(s) Prêmio Wiley de Ciências Biomédicas (2003), Prêmio Internacional da Fundação Gairdner (2005), Prêmio Massry (2005), Nobel prize medal.svg Nobel de Fisiologia ou Medicina (2006)

Craig Cameron Mello (Worcester (Massachusetts), 19 de outubro de 1960) é um professor de Medicina Molecular na Universidade de Medicina de Massachusetts estadunidense, de ascendência açoriana.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Obteve o bacharelado em bioquímica pela Universidade Brown (1982) e o doutoramento em biologia celular e do desenvolvimento pela Universidade Harvard (1990). Realizou um pós-Doutoramento no laboratório do Professor James Priess, do Fred Hutchinson Cancer Research Center em Seattle. Em 1994 foi nomeado professor de Biologia molecular na Massachussets University, lecionando até aos nossos dias na Faculdade de Medicina de Worcester. desde 2000 é investigador do Howard Hughes Medical Institute. Em 2005 foi eleito membro da Academia Americana de Ciências.

Recebeu, conjuntamente com o professor Andrew Fire, o Nobel de Fisiologia ou Medicina de 2006, pela descoberta da interferência de ARN. Alem deste, recebeu vários prémios científicos de reconhecimento pelo importante contributo que ambos deram para a compreensão dos mecanismos de silenciamento dos genes nas células, abrindo novas perspectivas terapêuticas para certas doenças genéticas, como o cancro. Entre elas, destacam-se:

Os seus bisavós, Eugénio Castanho de Melo e Maria da Glória Barracôa, emigraram da freguesia da Maia, na ilha de São Miguel, para os Estados Unidos no início do século XX.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Barry Marshall e John Warren
Nobel de Fisiologia ou Medicina
2006
com Andrew Fire
Sucedido por
Mario Capecchi, Martin Evans e Oliver Smithies


Ícone de esboço Este artigo sobre médicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.