Hideki Shirakawa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Hideki Shirakawa Medalha Nobel
Química
Nascimento 20 de agosto de 1936 (78 anos)
Local Tóquio
Atividade
Campo(s) Química
Prêmio(s) Nobel prize medal.svg Nobel de Química (2000)

Hideki Shirakawa (白川 英樹, Shirakawa Hideki?) (Tóquio, 20 de agosto de 1936) é um químico japonês.

Doutor em química pelo "Instituto Tecnológico de Tókio" em 1966. Neste mesmo ano ocupou o cargo de professor associado no "Instituto de Ciências dos Materiais" na Universidade de Tsukuba (Japão). Desde 1982 é professor numerário dessa instituição, atualmente com a cátedra de professor emérito. As pesquisas no campo dos polímeros, especialmente do acetileno, o levaram a descoberta, quando ocupava o cargo de pesquisador no laboratório de química do "Instituto Tecnológico de Tokio", das propriedades condutoras deste material ao ser contaminado com traços de outras substâncias.

As descobertas de Shirakawa interesaram o químico neozelandês Alan G MacDiarmid e o físico norte-americano Alan J Heeger, com os quais iniciou uma frutífera relação científica e investigativa que resultou na publicação conjunta do artigo "Síntese de polímeros orgânicos condutores derivados halogenados do poliacetileno ( CH )n", no prestigioso "Journal of Chemical Society" no verão de 1977.

Em reconhecimento a sua descoberta das propriedades eletrocondutoras de alguns derivados do poliacetileno recebeu o Nobel de Química de 2000, galardão que compartilhou com seus companheiros de pesquisa Alan Heeger e Alan MacDiarmid.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Ahmed Zewail
Nobel de Química
2000
com Alan Heeger e Alan MacDiarmid
Sucedido por
William Standish Knowles, Ryoji Noyori e Barry Sharpless


Ícone de esboço Este artigo sobre um cientista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.