Elemento (química)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Elemento químico)
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde fevereiro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
O urânio é um elemento químico natural e radioativo.

Denomina-se elemento químico um conjunto de átomos que têm o mesmo número de prótons em seu núcleo, ou seja, o mesmo número atômico (Z). O termo elemento químico pode se referir também a elementos fundamentais da matéria, que não podem decompor-se em substâncias mais simples por métodos químicos, ou seja, elementos indivisíveis.[1] Este último conceito algumas vezes é chamado de substância elementar, diferindo da primeira definição, mas muitas vezes, o mesmo conceito é usado em ambos os casos.

Ex.:

Dessa forma, o número atômico é característica de cada elemento químico, sendo como seu número de identificação. Oficialmente são conhecidos 112 elementos químicos, atualmente. Dentre esses, 91 são naturais e 21 são artificiais.

Elementos naturais e sintéticos[editar | editar código-fonte]

Elementos naturais[editar | editar código-fonte]

São os elementos químicos encontrados na natureza. Onde são conhecidos 91 elementos naturais, tendo em sua maioria número atômico menores que 92 (número referente ao elemento químico urânio com Z = 92).

Porem o: Tecnécio (Tc), de número atômico 43; Promécio (Pm), de número atômico 61, e; Astato (At), de número atômico 85, também são elementos artificiais.

Elementos sintéticos[editar | editar código-fonte]

São os elementos cujos átomos são produzidos artificialmente/sinteticamente (em laboratórios).

Os elementos com número atômico superior ao do urânio (Z > 92) são todos artificiais (elementos transurânicos). Ver: radioatividade

Ocorrência[editar | editar código-fonte]

Alguns elementos químicos como ouro, platina, cobre, gases nobres e outros, existem em estado natural. Entretanto, a maioria ocorre combinado com outros elementos constituindo os compostos químicos como, por exemplo, hidrogênio e oxigênio constituindo a água.

Simbologia ou Representação[editar | editar código-fonte]

Cada elemento químico, natural ou sintetizado, é representado por um símbolo que o identifica graficamente, adotado de acordo com critérios internacionais. Sendo que esses símbolos são reconhecidos em qualquer lugar, independente de idioma.[2]

Desde o tempo dos alquimistas os elementos químicos conhecidos já eram representados por símbolos. Por exemplo: o ouro era identificado pelo símbolo do Sol e a prata pelo símbolo da Lua.

Atualmente adota-se o método de J. J. Berzelius sugerido em 1811:

  • Os símbolos são adotados internacionalmente. Qualquer que seja a língua ou alfabeto o símbolo é o mesmo.
  • Os símbolos dos elementos químicos são abreviaturas de seus nomes em Grego e em Latin, sempre tendo a primeira letra maiúscula e, quando necessário, as outras em minúscula.

Elementos transférmios[editar | editar código-fonte]

Terminando com trinta anos de controvérsias, a IUPAC através do CNIC (Committee en Nomenclature of Inorganic Chemistry) comunicou, em 30 de agosto de 1997, que os nomes e os símbolos dos elementos transférmios (número atômico maior que o do férmio) seriam:

Os isótopos com números atômicos 113, 115, 117 e 118 ainda não foram nomeados permanentemente, mas têm nomes provisórios:

Tabela periódica[editar | editar código-fonte]

Todos os elementos químicos estão organizados em uma tabela, denominada periódica, segundo dois critérios:

  • Em ordem crescente dos números atômicos, e;
  • Aqueles que apresentam propriedades semelhantes na mesma coluna vertical.

Os elementos aparecem dispostos na tabela representados por um símbolo, referente ao nome, acompanhado do número atômico e número de massa.

Grupo # 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18
Período
1 1
H

2
He
2 3
Li
4
Be

5
B
6
C
7
N
8
O
9
F
10
Ne
3 11
Na
12
Mg

13
Al
14
Si
15
P
16
S
17
Cl
18
Ar
4 19
K
20
Ca
21
Sc
22
Ti
23
V
24
Cr
25
Mn
26
Fe
27
Co
28
Ni
29
Cu
30
Zn
31
Ga
32
Ge
33
As
34
Se
35
Br
36
Kr
5 37
Rb
38
Sr
39
Y
40
Zr
41
Nb
42
Mo
43
Tc
44
Ru
45
Rh
46
Pd
47
Ag
48
Cd
49
In
50
Sn
51
Sb
52
Te
53
I
54
Xe
6 55
Cs
56
Ba
*
72
Hf
73
Ta
74
W
75
Re
76
Os
77
Ir
78
Pt
79
Au
80
Hg
81
Tl
82
Pb
83
Bi
84
Po
85
At
86
Rn
7 87
Fr
88
Ra
**
104
Rf
105
Db
106
Sg
107
Bh
108
Hs
109
Mt
110
Ds
111
Rg
112
Cn
113
Uut
114
Fl
115
Uup
116
Lv
117
Uus
118
Uuo

* Lantanídios 57
La
58
Ce
59
Pr
60
Nd
61
Pm
62
Sm
63
Eu
64
Gd
65
Tb
66
Dy
67
Ho
68
Er
69
Tm
70
Yb
71
Lu
** Actinídios 89
Ac
90
Th
91
Pa
92
U
93
Np
94
Pu
95
Am
96
Cm
97
Bk
98
Cf
99
Es
100
Fm
101
Md
102
No
103
Lr

Legenda da tabela

Metais Semimetais Não metais Desconhecidos
Metais
alcalinos
2
Metais alcalinoterrosos2 Metal de transição Metais de transição2 Metais representativos Não metais Halogênios3 Gases nobres3
Lantanídios1, 2 Actinídios1, 2

Cor do número atômico: Estado físico (CNTP): preto: sólido verde: líquido vermelho: gás cinza: desconhecido

Cor e estilo da borda indica incidência na natureza: elemento primordial decaimento elemento sintético


Referências

  1. Elementos Químicos Infopedia Porto Editora.
  2. Elementos Químicos Brasil Escola.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Elemento (química)