Rênio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pix.gif Rênio Stylised Lithium Atom.svg
TungstênioRênioÓsmio
Tc
  Hexagonal.png
 
75
Re
 
               
               
                                   
                                   
                                                               
                                                               
Re
Bh
Tabela completaTabela estendida
Aparência
branco prateado


Um monocristal de Rênio de alta pureza (99,999%), uma barra refundida de Rênio (99,995%) e um cubo de Rênio de 1 cm3 de alta pureza (99,99%) para comparação.
Informações gerais
Nome, símbolo, número Rênio, Re, 75
Série química Metal de transição
Grupo, período, bloco 7, 6, d
Densidade, dureza 21020 kg/m3, 7
Número CAS 7440-15-5
Número EINECS
Propriedade atómicas
Massa atômica 186,207(1) u
Raio atómico (calculado) 135 pm
Raio covalente 159 pm
Raio de Van der Waals pm
Configuração electrónica [Xe] 4f14 5d5 6s2
Elétrons (por nível de energia) 2, 8, 18, 32, 13, 2 (ver imagem)
Estado(s) de oxidação 6, 4, 2, -2 (ligeiramente ácido)
Óxido
Estrutura cristalina hexagonal
Propriedades físicas
Estado da matéria sólido
Ponto de fusão 3 459 K
Ponto de ebulição 5 869 K
Entalpia de fusão 33,2 kJ/mol
Entalpia de vaporização 715 kJ/mol
Temperatura crítica  K
Pressão crítica  Pa
Volume molar m3/mol
Pressão de vapor 10 Pa a 3614 K
Velocidade do som 4 700 m/s a 20 °C
Classe magnética Paramagnético
Susceptibilidade magnética
Permeabilidade magnética
Temperatura de Curie  K
Diversos
Eletronegatividade (Pauling) 1,9
Calor específico 137 J/(kg·K)
Condutividade elétrica 5,42 × 106 S/m
Condutividade térmica 47,9 W/(m·K)
Potencial de ionização 760 kJ/mol
2º Potencial de ionização 1260 kJ/mol
3º Potencial de ionização 2510 kJ/mol
4º Potencial de ionização 3640 kJ/mol
5º Potencial de ionização kJ/mol
6º Potencial de ionização kJ/mol
7º Potencial de ionização kJ/mol
8º Potencial de ionização kJ/mol
9º Potencial de ionização kJ/mol
10º Potencial de ionização kJ/mol
Isótopos mais estáveis
iso AN Meia-vida MD Ed PD
MeV
185Re 37,4% estável com 110 neutrões
186Re sintético 2 x 105 a β-
TI
0,218
0,149
186Os
186Re
187Re 62,6% 4 x 1035 a α
β-
1,653
0,003
183Ta
187Os
Unidades do SI & CNTP, salvo indicação contrária.

O rênioPB, rénioPE é um elemento químico, símbolo Re, número atômico 75 (75 prótons e 75 elétrons), com massa atómica 186,2 u situado no grupo 7 da classificação periódica dos elementos.

É um metal de transição branco prateado, pesado, sólido na temperatura ambiente, raramente encontrado na natureza. É obtido como subproduto do processamento de minerais de molibdênio. É empregado principalmente em catalisadores.

Sua descoberta nos minerais de platina e na columbita, na Alemanha, foi relatada por Walter Noddack, Ida Tacke e Otto Berg, em 1925.

Características principais[editar | editar código-fonte]

O rênio é um metal branco prateado, brilhante, que apresenta um dos maiores pontos de fusão, excedido somente pelo tungstênio e carbono. É também um dos mais densos, excedido somente pela platina, pelo irídio, e pelo ósmio. Os estados de oxidação do rênio incluem -1,+1,+2,+3,+4,+5,+6 e +7 , sendo os mais comuns +7,+6,+4,+2 e -1. Sua forma comercial geralmente é em pó , porém pode ser obtido na forma compacta, com até 90% da sua densidade teórica. Quando é recozido torna-se muito dúctil, podendo ser dobrado em espiral ou anel. As ligas de rênio-molibdênio são supercondutores a 10K.

Aplicações[editar | editar código-fonte]

Catalisadores de rênio-platina são usados para a obtenção de chumbo metálico, gasolina de alta octanagem , e em superligas resistentes a elevadas temperaturas usadas para fabricação de peças de motores de jatos. Outros usos:

  • Extensivamente usado como filamentos em espectrógrafos de massa e em detectores de íons.
  • Como aditivo no tungstênio ou em ligas a base de molibdênio para melhorar suas propriedades .
  • Catalisadores de rênio são muito resistentes ao envenenamento químico, sendo usados em determinados tipos de reações de hidrogenação.
  • Em material de contato elétrico devido a sua boa resistência ao desgaste e a corrosão.
  • termopares que contem ligas de rênio e tungstênio são usados para medir temperaturas de até 2200 °C.
  • Fio de rênio é usado em lâmpadas de flash para fotografias.
  • Usado em uma bactéria para o combate de câncer de pâncreas conhecido como Rênio-188.

História[editar | editar código-fonte]

O rênio (do latim Rhenus), nome dado em homenagem ao rio Reno, (Alemanha ), e foi o último elemento natural a ser descoberto. Considera-se que foi descoberto por Walter Noddack, Ida Tacke e Otto Berg, na Alemanha. Em 1925 relataram que detectaram o elemento num minério de platina e no mineral columbita. Encontraram também o rênio na gadolinita e molibdenita. Em 1928 foi possível extrair 1 grama do elemento processando 660 quilogramas de molibdenita.

Como o processo de obtenção do metal era complexo e altamente caro, a produção foi interrompida até 1950, quando ligas de tungstênio-rênio e molibdênio-rênio foram produzidas. Estas ligas encontram aplicações importantes na indústria, resultando numa grande demanda de rênio obtido a partir da molibdenita existente nos minérios de pórfiro (cobre).

Ocorrência e obtenção[editar | editar código-fonte]

O rênio não é encontrado na forma livre na natureza ou em algum mineral em especial. Este elemento encontra-se em pequenas quantidades espalhado por toda a crosta terrestre, em torno de 0,001 ppm. O rênio comercial é extraído como subproduto de minerais de molibdênio contidos em alguns minérios de cobre. Alguns minerais de molibdênio contem de 0,002% a 0,2% de rênio. O metal é preparado pela redução do perrenato de amônio (NH4ReO4) com hidrogênio em altas temperaturas.

Isótopos[editar | editar código-fonte]

O rênio natural é uma mistura de dois isótopos, o Re- 185 (estável) com abundância de 37,4% e o Re-187 (radio-instável) com abundância de 62,6%. Existem, ainda, 26 isótopos instáveis conhecidos.

Precauções[editar | editar código-fonte]

Pouco se sabe sobre a toxicidade do rênio, entretanto, deve ser manuseado com cuidado.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Rênio