Berquélio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pix.gif Berquélio Stylised Lithium Atom.svg
CúrioBerquélioCalifórnio
Tb
  Hexagonal close packed.svg
 
97
Bk
 
               
               
                                   
                                   
                                                               
                                                               
Bk
Tabela completaTabela estendida
Aparência
prateado

Informações gerais
Nome, símbolo, número Berquélio, Bk, 97
Série química Actinídeo
Grupo, período, bloco n/a, 7, f
Densidade, dureza (β) 13250 kg/m3,
Número CAS 7440-40-6
Número EINECS
Propriedade atómicas
Massa atômica (247) u
Raio atómico (calculado) 170 pm
Raio covalente pm
Raio de Van der Waals pm
Configuração electrónica [Rn] 5f9 7s2
Elétrons (por nível de energia) 2, 8, 18, 32, 27, 8, 2 (ver imagem)
Estado(s) de oxidação 4, 3
Óxido
Estrutura cristalina hexagonal com empacotamento compacto
Propriedades físicas
Estado da matéria sólido
Ponto de fusão 1323 K
Ponto de ebulição  K
Entalpia de fusão kJ/mol
Entalpia de vaporização kJ/mol
Temperatura crítica  K
Pressão crítica  Pa
Volume molar m3/mol
Pressão de vapor
Velocidade do som m/s a 20 °C
Classe magnética paramagnético
Susceptibilidade magnética
Permeabilidade magnética
Temperatura de Curie  K
Diversos
Eletronegatividade (Pauling) 1,3
Calor específico J/(kg·K)
Condutividade elétrica S/m
Condutividade térmica W/(m·K)
Potencial de ionização 601 kJ/mol
2º Potencial de ionização kJ/mol
3º Potencial de ionização kJ/mol
4º Potencial de ionização kJ/mol
5º Potencial de ionização kJ/mol
6º Potencial de ionização kJ/mol
7º Potencial de ionização kJ/mol
8º Potencial de ionização kJ/mol
9º Potencial de ionização kJ/mol
10º Potencial de ionização kJ/mol
Isótopos mais estáveis
iso AN Meia-vida MD Ed PD
MeV
245Bk sintético 4,94 d ε
α
0,810
6,455
245Cm
241Am
246Bk sintético 1,8 d ε
α
1,350
6,070
246Cm
242Am
247Bk sintético 1 380 a α 5,889 243Am
248Bk sintético > 9 a α 5,803 244Am
249Bk sintético 320 d α
FE
β-
5,256
-
0,129
244Am
-
249Cf
Unidades do SI & CNTP, salvo indicação contrária.

O berquélio ou berkélio[1] [2] (em homenagem à cidade estadunidense de Berkeley) é um elemento químico de símbolo Bk , número atômico 97 (97 prótons e 97 elétrons) que apresenta massa atómica igual a [247] u. É um elemento metálico , sintético, transurânico, pertencente ao grupo dos actinídeos na tabela periódica dos elementos.

O berquélio-243 foi o primeiro isótopo sintetizado deste elemento. A descoberta ocorreu na Universidade da Califórnia, Berkeley por uma equipe estadunidense em 1949, bombardeando o amerício-241 com partículas alfa.

Até o momento, fora da pesquisa científica, o berquélio não apresenta nenhuma aplicação comercial.

Características principais[editar | editar código-fonte]

Universidade da Califórnia, Berkeley

Quantidades macroscópicas de berquélio-249 (vida-média de 324 dias) obtidas sinteticamente tornaram possível determinar algumas das propriedades do elemento. Mesmo que, até o presente momento não tenha sido isolado na forma elementar, é possível prever que se trata de um elemento de aspecto prateado metálico, que oxida-se facilmente no ar em temperaturas elevadas, e será solúvel em ácidos minerais diluídos.

Técnicas de difração por raio-X tem sido usados para identificar vários compostos de berquélio, tais como: dióxido de berquélio (BkO2), fluoreto de berquélio (BkF3), oxicloreto de berquélio (BkOCl), e trióxido de berquélio (BkO3). Em 1962 , quantidades de cloreto de berquélio foram isolados pesando um bilionésimo de grama. Esta foi a primeira vez que uma quantidade visível de um composto puro de berquélio foi produzido.

Como outros actinídeos, o berquélio se acumula no tecido ósseo, por isso, deve ser manuseado com cuidado. Este elemento não tem nenhuma aplicação conhecida fora da pesquisa básica , e não apresenta nenhum papel biológico.

História[editar | editar código-fonte]

O berquélio foi sintetizado pela primeira vez por Glenn T. Seaborg, Albert Ghiorso, Stanley G. Thompson, e Kenneth Street, Jr na Universidade da Califórnia , Berkeley , em dezembro de 1949. A equipe usou um ciclotron para bombardear o amerício – 241 com partículas alfa para obtenção do berquélio-243 (meia-vida de 4,5 horas), e com liberação de 2 nêutrons. Outro isótopo do berquélio (Bk-249 com meia vida de 320 dias) foi obtido posteriormente através do bombardeio de um alvo de cúrio – 244 com um feixe intenso de nêutrons.

Isótopos[editar | editar código-fonte]

19 radioisótopos de berquélio foram identificados, sendo os mais estáveis Bk-247 com uma meia-vida de 1380 anos, Bk-248 com uma meia-vida superior a 9 anos, e Bk-249 com meia-vida de 320 dias. Todos os demais isótopos radioativos possuem meias-vidas inferiores a 5 dias, e a maioria destes com meias-vidas abaixo de 5 horas. Este elemento apresenta também 2 meta estados, sendo o mais estável Bk-248m (t½ 23,7 horas). As massas atômicas dos isótopos do berquélio variam de 235,057 u (Bk-235) até 254,091 u (Bk-254).

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Instituto de Química - UFRJ (2010). Cronologia e Etimologia dos Elementos Químicos. Página visitada em 02-12-2012.
  2. "berkélio", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2010, ver online, página visitada em 04-12-2012

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Commons
O Commons possui multimídias sobre Berquélio