Mary Beth Hurt

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Mary Beth Hurt, nome artístico de Mary Beth Supinger (Marshalltown, 26 de setembro de 1948) é uma atriz estadunidense de cinema e teatro.

Estudou artes dramáticas na Universidade de Iowa e na Tisch School of the Arts da Universidade de Nova Iorque.

Foi casada com o ator William Hurt durante dez anos, de 1971 a 1981. Após o divórcio, casou com o diretor e roteirista Paul Schrader, em 1983, e eles têm umcasal de flhos.

Carreira artística[editar | editar código-fonte]

Sua estreia no teatro foi em Nova Iorque, em 1974. Foi indicada a três prêmios Tony por sua atuação na Broadway em Trelawney of the Wells, Crimes do Coração e Benefactors. Ganhou o prêmio pelo papel de Meg em Crimes do Coração, peça de autoria de Beth Henley e ganhadora do Prêmio Pulitzer.

Fez a estreia no cinema em 1978, no filme Interiors, de Woody Allen, como Joey, uma das três irmãs. Embora seja mais conhecida pela sua extraordinária atuação neste filme, seu currículo inclui outros importantes papéis, como Laura de Chilly Scenes of Winter; Helen Holm Garp de The World According to Garp; e Regina Beaufort de The Age of Innocence, onde foi dirigida por Martin Scorsese.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um ator ou atriz de cinema é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.