Affliction

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Affliction
Confrontação (PT)
Temporada de Caça (BR)
Pôster promocional
 Estados Unidos
1998 • cor • 114 min 
Direção Paul Schrader
Produção Linda Reisman
Roteiro Paul Schrader
Baseado em Affliction de Russell Banks
Elenco Nick Nolte
Sissy Spacek
James Coburn
Willem Dafoe
Gênero Drama
Idioma Inglês
Música Michael Brook
Cinematografia Paul Sarossy
Edição Jay Rabinowitz
Estúdio Kingsgate Films
Largo Entertainment
Distribuição Lionsgate Films
Lançamento Portugal 16 de setembro de 1998 (vídeo premiere)
Estados Unidos 30 de dezembro de 1998 (limitado)
Orçamento US$6 milhões[1]
Receita US$6,330,054[1]
Página no IMDb (em inglês)

Affliction, (Temporada de Caça (título no Brasil) ou Confrontação (título em Portugal)) é um filme de drama estadunidense produzido em 1997, escrito e dirigido por Paul Schrader do romance de Russell Banks. É estrelado por Nick Nolte, Sissy Spacek, James Coburn e Willem Dafoe.

Affliction conta a história de Wade Whitehouse, um policial de uma pequena cidade em New Hampshire. Isolada das pessoas ao seu redor, incluindo um pai dominador e uma mulher divorciada, ele se torna obcecado com a resolução de um acidente de caça fatal, levando a uma série de acontecimentos trágicos.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O filme conta a história de Wade Whitehouse, um policial de uma pequena cidade em New Hampshire, cuja investigação de um aparente acidente de caça é influenciada pelo seu relacionamento com um pai alcóolico e violento, sua obsessão cada vez maior com seu passado, seu relacionamento com sua ex-mulher e filha, e a morte de sua mãe. Todas essas questões causam uma crise pessoal em Wade, enquanto a investigação continua.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Affliction foi filmado em Quebec, com as principais filmagens terminando em Fevereiro de 1997. Embora apresentado pela primeira vez no Festival de Cinema de Veneza em 28 de agosto do mesmo ano, Affliction não viu uma versão de cinema até algum tempo depois, na maioria dos países. Depois de um lançamento limitado, em Nova York, em dezembro de 1998, viu o seu lançamento regular nos EUA em janeiro de 1999.[2] [3]

Resposta da crítica[editar | editar código-fonte]

O filme recebeu críticas positivas em sua maioria, com uma classificação de 87% em Rotten Tomatoes.

Crítico Roger Ebert do Chicago Sun-Times deu ao filme quatro estrelas.[4] Janet Maslin, no The New York Times, disse que "[Nick Nolte] dá o desempenho de sua carreira em silenciosamente deslumbrante novo filme de Paul Schrader [...] Como The Sweet Hereafter, um filme mais meditativo e elegante, mas menos imediata, vulcânico, Affliction encontra o significado mais profundo em uma tragédia muito crível".[5]

Em uma revisão negativa no Time Out Film Guide, Geoff Andrew chamou o filme de "adaptação sensível, mas bastante aborrecido do romance de Russell Banks '[...] a narrativa é muito sem foco e discreto em realmente envolver o coração ou a mente".[6]

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o

James Coburn ganhou o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante. Nick Nolte foi indicado tanto para o Oscar e Globo de Ouro de melhor ator. Ele foi premiado com o National Society of Film Critics Award, o New York Film Critics Circle Award, o Sant Jordi Award e foi premiado como Melhor Ator no Semana Internacional de Cine de Valladolid.

O filme foi indicado em seis categorias nos Independent Spirit Awards.

Referências

  1. a b Affliction (1998) Box Office Mojo. Visitado em 2011-07-04.
  2. Affliction production slate in American Cinematographer magazine, November 1998, retrieved 2012-1-2.
  3. Affliction in the Internet Movie Database.
  4. Roger Ebert (February 8, 1999). Affliction Chicago Sun-Times. Visitado em November 3, 2011.
  5. Janet Maslin (December 30, 1998). Affliction (1997) FILM REVIEW; A Suppressed Son Erupts With Molten Emotions The New York Times. Visitado em 2011-10-29.
  6. Andrew, Geoff. Time Out Film Guide. 7th. ed. [S.l.]: Penguin Books, 1999.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]