Odo III, Duque da Borgonha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Selo de Odo III da Borgonha.

Odo III da Borgonha, ou Eudes III em francês (1166Lyon, 6 de Julho de 1218), foi duque da Borgonha de 1192 até sua morte. Era filho de Hugo III, Duque da Borgonha, e de Alice de Lorena[1] .

Vestígios do castelo de Châtillon-sur-Seine
O castelo de Mont-Saint-Jean
O castelo de Talant, Côte-d’Or, Borgonha, erguido por Odo III. Tirado de: Memórias da Academia de Ciências, Artes e Belles Lettres de Dijon, 1832.

Em 1181, o seu pai confiara-lhe a defesa da cidade de Châtillon, contra Filipe Augusto, mas o rei derrotou-o e aprisionou-o, libertando-o posteriormente em troca de um avultado resgate. A 1 de Janeiro de 1203, Odo renunciou aos seus direitos sobre o Ducado da Lorena, herdados da sua mãe. Terá sido o primeiro duque da Borgonha investido com a dignidade de Par de França, a elite da nobreza francesa. Participou da Cruzada albigense em 1209, mas recusou os viscondados de Béziers e Carcassonne.

Depois comandou a ala direita (composta de cavaleiros de Champagne e da Borgonha) no exército do rei Filipe II de França na batalha de Bouvines a 27 de Julho de 1214, onde lhe mataram o cavalo no qual estava montado. Odo tinha como lugares-tenente o conde de Saint-Pol, o conde Guilherme I de Sancerre, os condes de Beaumont e Mathieu de Montmorency e o visconde de Melun.[2]

Em 1218 foi para a Terra Santa na Quinta Cruzada, tendo morrido ao passar para o Egipto.

Relações familiares[editar | editar código-fonte]

Foi filho de Hugo III, Duque da Borgonha (1148 - 25 de agosto de 1192) e de Alice de Lorena (1145 - 1200), filha de Mateus I da Lorena (c. 1110 - 13 de maio de 1176) e de Berta da Alsácia (1123 - 1195).

Casará em 1194 com Teresa de Portugal[3] , também chamada de Matilde, (1156-1218), viúva de Filipe da Alsácia, filha de D. Afonso Henriques, primeiro rei de Portugal, e de Mafalda de Saboia, que repudiaria em 1195. Casou-se em segundas núpcias em 1199 com Alice de Vergy (1182-1252), filha de Hugo de Vergy[4] , senhor de Vergy, e de Gillette de Trainel, da qual nasceram:

  1. Joana da Borgonha (12001223), casada com Raúl II de Lusignan, senhor de Issoudun e conde d'Eu.
  2. Alice da Borgonha (12041266), casada com Roberto I de Clermont, conde de Clermont e delfim de Auvérnia.
  3. Hugo IV, Duque da Borgonha (9 de Março de 121327 de outubro de 1272), seu sucessor no ducado. Casou por duas vezes, a primeira com Iolanda de Dreux e a segunda com Beatriz de Navarra, infanta de Navarra.
  4. Beatriz da Borgonha (n. 1216), casada com Humberto III de Thoire.

Bibliografia e referências[editar | editar código-fonte]

  1. Françoise Étiévant, Eudes III, Duc de Bourgogne, Les Éditions du Bien Public, 1987, p. 3.donne août 1165 comme date de naissance
  2. Batalha de Bouvines (em francês)
  3. Généalogie de Thérésa de Portugal sur le site Medieval Lands
  4. Hugues de Vergy était fils de Gui de Vergy et d’Alix de Beaumont-sur-Vingeanne. E. Petit, Histoire des Ducs de Bourgogne de la race capétienne, T. III, p. 6.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Hugo III
Blason Ducs Bourgogne (ancien).svg
Duque da Borgonha

1192-1218
Sucedido por
Hugo IV
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.