Paul Peschisolido

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Paul Peschisolido
Peschisolido, Paul.jpg
Informações pessoais
Nome completo Paolo Pasquale Peschisolido
Data de nasc. 25 de Maio de 1971 (43 anos)
Local de nasc. Scarborough, Canadá Canadá
Altura 1,70 m
Apelido Pesch
Informações profissionais
Clube atual Inglaterra Burton Albion
Posição Atacante
Treinador
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
1990–1991
1991–1992
1992–1994
1994–1996
1996
1996–1997
1997–2001
2000
2001
2001
2001–2004
2004–2007
2007–2008
2009
Kansas City Comets (indoor)
Toronto Blizzard
Birmingham City
Stoke City
Birmingham City
West Bromwich Albion
Fulham
Queens Park Rangers (empréstimo)
Sheffield United (empréstimo)
Norwich City (empréstimo)
Sheffield United
Derby County
Luton Town
St Patrick's Athletic
Total


43 (16)
66 (19)
09 0(1)
42 (15)
97 (24)
05 0(1)
05 0(2)
05 0(0)
79 (16)
90 (20)
04 0(0)
00 0(0)
445 (114)
Seleção nacional
1992–2004 Flag of Canada.svg Canadá 53 (10)

Paolo Pasquale Peschisolido, mais conhecido por Paul Peschisolido (Scarborough, 25 de maio de 1971) é um ex-futebolista e treinador de futebol canadense.

É um dos jogadores mais populares do Canadá, que possui pouca tradição no futebol, e um dos melhores futebolistas da história de seu país.


O começo[editar | editar código-fonte]

Nascido em Scarborough, uma cidade da província canadense de Ontário, Peschisolido começou sua carreira ainda na fase indoor, pelo Kansas City Comets, no ano de 1990. Seguiu nesta mesma condição em 1991, pelo Toronto Blizzard. A partir daí, começaram a surgir mudanças na carreira do atacante, que se mudou para a Inglaterra no ano seguinte.

16 anos de Inglaterra[editar | editar código-fonte]

Ainda jovem, Paul desembarcou na "velha Albion" para assinar contrato profissional com o Birmingham City. Seu bom desempenho chamou a atenção do Stoke City, que o contratou em 1949. Regressou ao Birmingham em 1996, mas não agradou no retorno ao time alviazulino. Sem espaços no Birmingham, Paul assionou com o West Bromwich Albion ainda em 1996, fdicando apenas um ano, mas teve um bom desempenho para um jogador com curto espaço de tempo em um clube inglês: 42 partidas e quinze gols marcados. Isso despertou o interesse do Fulham em contratá-lo, e o canadense foi para Craven Cottage já no ano seguinte. Seu começo no Fulham foi tímido, e a direção decidiu emprestá-lo a outras equipes visando mais experiência ao canadense. Peschisolido, durante o período em que foi emprestado, atuou por Queens Park Rangers, Sheffield United e Norwich City (cinco partidas por cada time), todas sem sucesso.Voltou ao Sheffield United em 2001, onde novamente demonstrou relativo sucesso: disputou 79 partidas e marcou 16 gols. O Derby County contratou Peschisolido em 2004, e novamente Pesch mostrou seu valor: noventa jogos e vinte gols marcados. Em 2007, Peschisolido, após má temporada no Luton Town, resolveu pendurar as chuteiras.

Entretanto, um convite do time irlandês St. Patrick's Athletic convenceu Peschisolido a retornar aos gramados. Inicialmente, fora contratado para ser auxiliar-técnico de Jeff Kenna, que acabaria registrando o canadense também como jogador, servindo-o como um "tapa-buraco" na equipe. Entretanto, ele não disputou nenhuma partida e encerrou definitivamente sua carreira nos Pat's.

Carreira de treinador[editar | editar código-fonte]

Peschisolido iniciou sua carreira de treinador ainda em 2009, no minúsculo time inglês do Burton Albion, que disputa a Football League One (segunda divisão inglesa).

Seleção[editar | editar código-fonte]

Pesch estreou na Seleção do Canadá em 1992, em partida contra a Seleção de Hong Kong de Futebol, pela "Copa Columbus 500", um torneio comemorativo aos 500 anos do descobrimento da América. Não levou sua seleção às Copas de 1994, 1998 e 2002, mas esteve na Copa das Confederações de 2001, onde o Canadá chegou a empatar sem gols com a Seleção Brasileira, resultado bastante expressivo para uma seleção de porte médio-pequeno como o Canadá.

Peschisolido deixou os Canooks em 2004, numa partida contra Belize, vencida com facilidade pelos canadenses por 4 a 1 no placar agregado.

Origem italiana[editar | editar código-fonte]

Seus primeiros nomes, Paolo e Pasquale, refletem a origem italiana de Peschisolido, cujo sobrenome também possui raízes italianas.


Bandeira de CanadáSoccer icon Este artigo sobre futebolistas canadenses é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.