Pisando na Bola

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pisando na Bola
Informação geral
Formato
Duração 30 min. aprox.
País de origem Brasil Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Pedro Henrique Peixoto
Elenco Alexandre Araújo
Marcos Bolinho
Waguinho
Alexandre Tavares
Lopes Maravilha
Toni Platão
Smigol
Exibição
Emissora de
televisão original
Brasil SporTV
Transmissão original 19 de dezembro de 20089 de outubro de 2009

Pisando na Bola foi um programa de televisão brasileiro que satirizava o universo do futebol e o jornalismo esportivo, em particular, a própria transmissão do SporTV. Um grupo de amigos dividindo um apartamento, onde comentam (zoando) jogos, entrevistas e a programação do canal SporTV. Eram sete personagens que se revezam num entra-e-sai, recebendo convidados e, também, indo pra rua em busca de informação (coberturas de jogos, eventos esportivos etc). Os sete integrantes faziam o programa de rádio Rock Bola, sucesso desde 2001, primeiro na extinta Rádio Cidade, depois na FM O Dia e hoje, na Oi Fm, todas emissoras cariocas. A direção era de Pedro Henrique Peixoto, que já dirigiu os programas Pânico na TV e Top TV e foi roteirista da Rede Globo (Vídeo Show). O programa acabou e deixou órfã sua legião de fãs que adoravam o programa. Com certeza foi uma bola fora da SporTV.

Integrantes do Programa[editar | editar código-fonte]

  • Alexandre Araújo
  • Marcos Bolinho (Seu Almeyddah)
  • Waguinho
  • Alexandre Tavares
  • Lopes Maravilha
  • Toni Platão
  • Smigol

Quadros do Programa[editar | editar código-fonte]

  • Agride Motor: Imita o programa do SporTV Grid Motor. O alvo do programa é quase sempre Rubens Barrichello. É apresentado por Alexandre Araujo e Alexandre Tavares.
  • Pegação Sportv: Imita o Redação SporTV, e comenta imagens de jogadores se agarrando em treinos, partidas e comemorações. Uma vez também foi exibido o Negação SporTV, onde os participantes sempre davam negativas as perguntas do apresentador.
  • Loucura Labial: Inspirado na leitura labial do fantástico, mas invés de dizer o que os jogadores estão dizendo, são faladas coisas ridículas com vozes mais ridículas ainda.
  • Waguiner Pinto um Empresário Distinto: É feito por Waguinho e conversa com técnicos e jogadores tentando fazer negócios que envolvem o jogador fictício Puruca ou times de países como Afeganistão, Namibia e Vietnã.
  • Vem com Smigol: As reportagens do Smigol, que entra em festas e eventos variados para fazer "entrevistas" com as figuras do esporte.

Convidados[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.