Ramush Haradinaj

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Ramush Haradinaj[a] (nascido em Glodjane, Iugoslávia, atual Kosovo, em 3 de julho de 1968) é um antigo líder do Exército de Libertação do Kosovo (KLA) e ex-primeiro ministro do Kosovo. Ele lidera a Aliança para o Futuro do Kosovo (AAK) e está entre os antigos oficiais do KLA acusados de crimes de guerra durante a Guerra do Kosovo de 1999 pelo Tribunal Penal Internacional para a antiga Iugoslávia (TPIJ) em Haia, mas foi absolvido de todas as acusações, em 3 de abril de 2008[1] , após a morte de nove das dez testemunhas que estavam a testemunhar contra ele.[2] No entanto, em 21 de julho de 2010, o TPII anulou sua absolvição e decidiu que voltaria a ser julgado.[3] [4]

Após a guerra em Kosovo frequentou a Universidade de Pristina, onde se graduou na faculdade de direito.[5] Também obteve um MBA na Universidade Americana de Kosovo, associado ao Rochester Institute of Technology (RIT).

Referências

  1. Charter, David. "Kosovo guerrilla leader Ramush Haradinaj is set free", The Times Online, April 4, 2008. Página visitada em 21 July 2010.
  2. Diario Público. Un euro para Ramush.
  3. Reuters «El ex líder kosovar Haradinaj volverá a ser juzgado en La Haya» Consultado el 22 de julio de 2010
  4. Defence, Ramush. Re-Trial Information RamushDefence.wordpress.com. WordPress. Página visitada em 7 June 2011.
  5. BBC. Profile: Ramush Haradinaj.

Notas[editar | editar código-fonte]

a.   A grafia albanesa do nome é Ramush Haradinaj; pela grafia servo-croata é Ramuš Haradinaj (Рамуш Харадинај).