Religião em The Simpsons

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A religião é um dos temas principais na série de televisão norte-americana The Simpsons. O criador da série, que redige seus episódios, Matt Groening é agnóstico1 2 , e em grande parte do humor da série satiriza aspectos religiosos como o cristianismo especialmente quando se trata de conflitos relacionados á religião e rivalidades religiosas muitas vezes insignificantes o que muito acontece nas igrejas protestantes principalmente ás quais rivalizam entre si. Mas, ao mesmo tempo em que dedica diversos episódios a religiões e tentando sempre instruir os seus personagens a não desafiar a ira de Deus como acontece no décimo episódio da 14ª temporada Pedindo a Deus em que Homer toma posse da Primeira Igreja de Springfield. Em dezembro de 2009, um artigo publicado em um jornal romano, elogiou The Simpsons para o seu caminho "realista" de lidar com a religião.

A família Simpson, entretanto, às vezes aparece frequentando uma igreja protestante aos domingos. O episódio "O terno de macaco" retrata Ned Flanders com a campanha "contra a evolução". Porém, Lisa Simpson, explica que ela respeita a sua crença no criacionismo, mas externa que não deveria ser ensinada nas escolas por não ser uma explicação científica.

Atitudes de caráter[editar | editar código-fonte]

Maior parte da cidade, incluindo a família Simpson, vão à igreja aos domingos, indicando a religião como um hábito comum entre os habitantes. Os personagens mais religiosos do show estão Ned Flanders e o Reverendo Timothy Lovejoy. Flanders, um graduado da Oral Roberts University, é um cristão ultraconservador e parece expressar pouca tolerância para outras religiões e sexualidades, alegando que eles são todos hedonistas, e aqueles que seguem esse estilo de vida "vai" para o inferno. Ned geralmente tem uma visão positiva da vida e não sai de sua maneira de expressar sua intolerância. Embora Homer frequenta a igreja, foi batizado e teve mesmo conversas com Deus, ele indicou, em numerosas ocasiões, que não é religioso. Por exemplo, em The Simpsons Movie, antes de entrar na igreja, ele diz, "Relax, esses idiotas piedosos estão muito ocupados falando com seu Deus baloney-falso." [carece de fontes?] Porém conforme retrata em grande parte dos episódios da série,sempre quando Homer comete um grave pecado como fazer diversas besteiras que vá muito contra as vontades do Criador do Universo, acaba sempre recebendo o seu merecido castigo no decorrer de um episódio. Lisa Simpson foi retratada como cristã no episódio da segunda temporada "Homer vs Lisa e o 8º Mandamento", no entanto ela tem sido retratada como uma budista secular, embora compareça à igreja.

Divindades[editar | editar código-fonte]

Deus se manifestou várias vezes - com uma mão distintamente com cinco dedos (em comparação a outros personagens que só possuem quatro dedos) - vigiando, e por vezes interagindo com os personagens do programa (geralmente com Ned Flanders ou Homer). A divindade hindu Vishnu é localizada no centro da terra, controlando o mundo com alavancas numerosas. Há também inúmeras referências ao deus hindu Ganesh, principalmente por Homer quando conversa com Apu. Em vários episódios, Jesus, a quem chama Homer, é retratado como um homem com uma longa barba castanha e roupas brancas, principalmente quando Homer é enviado para o céu. Na introdução de "Treehouse of Horror XVI", Kang e Kodos avançam em um jogo de beisebol até a terra que torna-se em um vácuo gigante que suga todo o universo; antes de tudo se transformar em um vazio branco, Deus (tem uma aparência muito semelhante à Jesus) detém sobre a as bordas da tela antes de ele também ser sugado.

The Western Branch of American Reform Presbylutheranism[editar | editar código-fonte]

The Western Branch of American Reform Presbylutheranism (um cruzamento entre o presbiterianismo e Luteranismo) é a religião protestante de ficção cristã que prega Rev. Lovejoy na Primeira Igreja de Springfield. A igreja é o principal lugar de culto da cidade, embora não seja a única igreja de Springfield (AME - Metodista Episcopal, Católica e igrejas episcopais também existem). O nome incomum específico é uma paródia das igrejas protestantes reformadas ramificando-se em outras denominações e movimentos além de ter uma tendência a rivalizar outras religiões oque sempre acaba ocorrendo quando á controvérsias com uma outra igreja. Há um episódio da série em que Homer, ao passar por situação difícil, diz: "Não sou um homem que reza, mas por favor me salve, Superman!"

Lovejoy é um membro do clero de Presbylutheranism. A denominação, com sede em Michigan City, é liderada por "Sua Santidade, o Parson", que também é o chefe eleito do Congresso Nacional dos Diáconos.

Formação[editar | editar código-fonte]

O Cisma de Lourdes em 1573 marcou o Presbylutherans, dividindo-se oficialmente da Igreja Católica Romana sobre o direito de frequentar a igreja com os cabelos molhados. Esse direito já foi abolido.3

Perspectivas em outras religiões[editar | editar código-fonte]

A igreja ainda permanece em desacordo com o catolicismo (mesmo que eles terem parado de brigar um com o outro). O Rev. Lovejoy tem uma rivalidade com uma igreja Episcopal local, ele se envolve em uma briga com um padre católico depois de uma troca de hostilidades e assim que ocorre boa parte das sátiras religiosas da série, quando as igrejas se hostilizam muitas vezes de formas estúpidas e sem razão alguma aparentemente.

As menores, ou seja, as religiões regionais, por exemplo, as do Pacífico sul, são vistas como inferiores, e a atividade missionária é empregada para ridicularizar as crenças longe dos povos indígenas. A igreja também tem inimigos em um nível mais social, incluindo os homossexuais monogâmicos e células-tronco. No entanto, o Presbylutherans tem membros de diversos níveis de religiosidade e devoção, e geralmente não são em desacordo com o modernismo. Poderia ser visto como uma igreja protestante conservadora madre.

Movimentarianos[editar | editar código-fonte]

Os Movimentarianos é um culto de lavagem cerebral, que por um breve tempo foram enredados muitos dos cidadãos de Springfield no episódio "The Joy of Sect", que obrigava a população a repartir as suas poupanças e as suas casas e depois trabalharem colhendo feijão. Os Movimentarianos são liderados por uma figura misteriosa conhecida apenas como "líder" que promete levá-los para um planeta chamado Blisstonia por uma nave espacial, mas na verdade esta "nave espacial" é um avião movido a pedal. O "líder" tenta sair com o dinheiro de todos, mas ele não voa muito longe, batendo em um pátio.

Judaísmo[editar | editar código-fonte]

Springfield é o lar de uma pequena comunidade judaica, ainda ativa: Entre os seus membros , é incluindo Krusty e o seu pai Krustofsky, (um aposentado e velho judeu que é um amigo de Abe Simpson).

Episódios religiosos[editar | editar código-fonte]

Listados abaixo são exemplos de episódios significativamente religiosos.

  • "Homer vs. Lisa and the 8th Commandment" (segunda temporada, 1991) - Dedicado ao cristianismo.
  • "Like Father, Like Clown" (a terceira temporada, 1991) - Dedicado ao Judaísmo.
  • "Homer the Heretic" (quarta temporada, 1992) - dedicado ao cristianismo e a fé.
  • "Bart Sells His Soul" (sétima temporada, 1995) - Dedicado à existência da alma.
  • "Lisa the Skeptic" (nona temporada, 1997) - Dedicado a fé, a crença dos anjos, e o Dia do Julgamento.
  • "The Joy of Sect" (nona temporada, 1998) - Dedicado a seitas e cultos.
  • "Simpsons Bible Stories" (décima temporada, 1999) - Dedicado ao Judaísmo e Cristianismo.
  • "Faith Off" (temporada onze, 2000) - Dedicado a cura pela fé.
  • "Estou Goin 'to Praiseland" (décima segunda temporada, 2001) - dedicado ao cristianismo.
  • "I'm Goin' to Praiseland" (décima terceira, 2001) - dedicado ao budismo.
  • "Pray Anything" (décima quarta temporada, 2003) - dedicado ao cristianismo.
  • "Today I am A Klown" (décima quinta temporada, 2003) - Dedicado ao Judaísmo.
  • "Homer e Ned Hail Mary Pass" (décima sexta temporada, 2005) - dedicado ao cristianismo.
  • "Thank God, It's Doomsday" (décima sexta temporada, 2005) - dedicado ao cristianismo e Dia do Julgamento.
  • "The Father, the Son, and the Holy Guest Star" (décima sexta temporada, 2005) - dedicado ao catolicismo.
  • "Simpsons Christmas Stories" (décima sétima temporada, 2005) - dedicado ao cristianismo.
  • "The Monkey Suit" (décima sétima temporada, 2006) - dedicado ao criacionismo versus evolução.
  • "Mypods and Boomsticks" (vigésima temporada, 2008) - dedicado ao Islã.
  • "Gone Maggie Gone" (vigésima temporada, 2009) - dedicado ao catolicismo.
  • "Rednecks and Broomsticks" (vigésima primeira temporada, 2009) - Dedicado à Wicca.
  • "The Greatest Story Ever D'ohed" (vigésima primeira temporada, 2010) - Dedicado ao Judaísmo, Cristianismo e Islamismo.

Referências