São José da Barra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de São José da Barra
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Fundação Não disponível
Gentílico Não disponível
Localização
Localização de (Sem nome)
Localização de São José da Barra em Minas Gerais
São José da Barra está localizado em: Brasil
Localização de São José da Barra no Brasil
20° 43' 04" S 46° 18' 39" O20° 43' 04" S 46° 18' 39" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Sul/Sudoeste de Minas IBGE/2008[1]
Microrregião Passos IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Alpinopolis, São João Batista do Glória, Carmo do Rio Claro, Guapé, Capitólio
Distância até a capital 332 km
Características geográficas
Área 312,496 km² [2]
População 6 778 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 21,69 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,792 alto PNUD/2000[4]
PIB R$ 337 110,462 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 48 165,52 IBGE/2008[5]
Página oficial

São José da Barra é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. É um dos municípios mais jovens e mais ricos da região sudoeste de Minas Gerais devido ao ICMS da Usina Hidrelétrica de Furnas

Sua história se divide em duas etapas, antes e após as águas de Furnas, fato ocorrido quando a cidade ainda era apenas um arraial.

História[editar | editar código-fonte]

O primeiro arraial, construído as margem do Rio Grande ficou conhecido na história como Barra Velha após em 1.963, com o fechamento das comportas da Usina Hidrelétrica de Furnas, o antigo arraial foi completamente submerso.

O novo local escolhido para o arraial assim ficou conhecido como Nova Barra, apelido que a cidade possui até os dias atuais.

O novo arraial foi planejado e construído a pedido do padre Ubirajara Cabral, pároco local, em forma de banjo. Na mudança da cidade muitas pessoas se mudaram para Nova Cidade Nova Barra, e ao chegar nesta nova cidade todos ficaram meio depressivos, pois tiveram de largar suas casas e terras e vendê-las por preços muito baixos pois a água iria cobri-las. O novo arraial não possuia infra estrutura de saneamento, asfalto e rede elétrica, apesar de estar vizinho a maior hidrelétrica do mundo daquela época, onde seria construída uma vila para os funcionários de Furnas com toda a infra estrutura, inclusive hospital, cinema e clube, benefícios que não poderiam ser desfrutados pelos habitantes da Nova Barra.

O arraial foi distrito de Passos até 1939, com a criação do município de Alpinópolis, o arraial se incorporou ao novo município.

Após varias tentativas de emancipação, barradas pelo receio de Alpinopolis em perder o ICMS de Furnas, em 21 de dezembro de 1.995 é instalado o município de São José da Barra

Economia[editar | editar código-fonte]

A economia da cidade é baseada na produção de energia elétrica de Furnas, produção de milho, café, pimenta, criação de gado, produção de frangos e suínos e no turismo ainda nascendo pelo Lago de Furnas.

O município conta com uma escola técnica em eletrotécnica que forma 140 técnicos por ano, escola esta que é uma referência no Brasil pois a maioria dos técnicos que aqui se diplomam estão trabalhando em empresas como Cemig, Copel, Eletronorte , Eletrosul, Eletroleste , Eletroeste , Eletromarzinho, Farmarília, Tibata Eletricista, Celg, Brasil500, Rosicarlos, Eletrobras, Eletronuclear, Funai, Eletropaulo, Elektro, CPFL, Transpetro e Petrobras.

Educação[editar | editar código-fonte]

O município conta com duas escolas estaduais e quatro escolas municipais.

A natureza da região é muito rica, a região possui muitos pássaros e animais como suçuaranas, lobos-guarás, jaguatiricas, tamanduás, ouriços, veados-campeiros, quatis, pacas, capivaras e diariamente são vistos atravessando as estradas do município.

Igreja Católica[editar | editar código-fonte]

O município pertence à Diocese de Guaxupé.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.