Síndrome de Tietze

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Síndrome de Tietze
Articulações esternocostal e intercondral. Vista anterior. (Cartilagens costais visíveis no diagrama.)
Classificação e recursos externos
CID-10 M94.0
CID-9 733.6
DiseasesDB 13112
MeSH D013991
Star of life caution.svg Aviso médico

A síndrome de Tietze é uma inflamação benigna de uma ou mais cartilagens costais. Foi descrita pela primeira vez em 1921 pelo cirurgião alemão Alexander Tietze (1864 - 1927).[1] [2]

Diagnóstico diferencial[editar | editar código-fonte]

Embora alguns pacientes frequentemente confundam a dor da síndrome de Tietze com o infarto do miocárdio (ataque cardíaco), a síndrome não progride para causar dano a nenhum órgão.

Esta síndrome também pode ser referida como dor mamária, não cíclica, classificada como pseudomamária, pois é uma dor referida na mama, sem no entanto, ter alteração orgânica ou funcional na mesma. O exame clínico de mastologia descarta a etiologia mamária.

Referências

  1. synd/2640 em Who Named It?
  2. A. Tietze. Über eine eigenartige Häufung von Fällen mit Dystrophie der Rippenknorpel. Berliner klinische Wochenschrift, 1921, 58: 829-831.