SSP

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Emblem-scales.svg
A neutralidade desse artigo (ou seção) foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.
SSP
Informação geral
Nascimento 1991
País  Angola
Gênero(s) Rap, Hip hop
Instrumento(s) Voz
Período em atividade 1991 - Presente
Gravadora(s) Vidisco
Afiliação(ões) O2, Boss Ac, Gutto
Integrantes Big Nelo
Jeff Brown
Ex-integrantes Paul G
Kudy

SSP (acrónimo de South Side Posse, que em inglês significa "O bando do lado sul") é grupo de Rap angolano. Formou-se em 1992, sendo constituído pelos elementos Big Nelo, Paul G., Jeff Brown e Kudy.

História[editar | editar código-fonte]

Os SSP foram criados inicialmente na Alemanha onde residia Big Nelo, a partir do convívio dos jovens integrantes da banda, e surgiram depois em Angola em 1992, sob liderança do referido músico. Influenciados pelo Rap e por vários estilos musicais (Jazz, Soul, Funk, [[Salsa e Ragga). Na altura a sua atividade incidia principalmente em atuações ao vivo para comunidades, escolas, etc., utilizando a música e a dança como elo entre as culturas africanas e ocidentais.

Discografia[editar | editar código-fonte]

99% de Amor (1996)[editar | editar código-fonte]

Após alguns anos de actividade, foi firmado em 1996 um contrato com a editora Vidisco, que levou à gravação do seu 1º trabalho discográfico intitulado “99% de Amor”, cujo som era caracterizado pela fusão de ritmos aliados ao rap. Os SSP transformaram-se assim no primeiro grupo de rap angolano a conseguir editar um trabalho discográfico, um marco importante na história do rap em Angola.

N.º Título Duração
1. "SSP"    
2. "Festa (Desbunda)"    
3. "Olhos Café"   3:28
4. "Te quiero"    
5. "Miúda"    
6. "Tell me baby"    
7. "Sei que ela"    
8. "Paixão (Tânia)"    
9. "Come Back"    
10. "Pitanga Boa"    
11. "Amiga (R.I.P)"    

Odisseia (1998)[editar | editar código-fonte]

O segundo álbum, lançado em 1998, levou os SSP a uma digressão internacional que passou por Angola, África do Sul, Cabo Verde, Inglaterra, Portugal e Moçambique, país onde as vendas atingiram o disco de prata.

N.º Título Duração
1. "Intro"   0:38
2. "Sim ou Não (Tanto Faz)"   3:34
3. "Eu Só Quero Te Amar"   3:39
4. "Canta Comigo (Essa Keta)"   3:58
5. "Deus"   5:02
6. "C.H.U.L.A.$" (skit) 0:18
7. "Perigosa"   3:32
8. "Toy Cuba" (skit) 1:09
9. "Os Reis da Noite"   3:50
10. "Luta Pelo Teu Amor"   4:00
11. "Promessa Eterna"   5:04
12. "Freestyle" (interlúdio) 1:25
13. "Punidores da Fofoca"   4:06
14. "Eu Te Confesso"   4:15
15. "Etu Mwangola"   3:03
16. "Eu Só Quero Te Amar (Versão Playa)"   3:35
17. "Abandalho"   2:38
18. "Can You Feel It?" (outro) 0:55

Alfa (2000)[editar | editar código-fonte]

É o terceiro álbum do grupo lançado em Fevereiro de 2000. A nova versão do tema "Sempre que amor me quiser" integra o álbum como a homenagem dos SSP e de Lena d'Água a Ramiro Martins, produtor do primeiro álbum do grupo e ex-marido de Lena d'Água, que faleceu durante as gravações do segundo álbum. Neste trabalho discográfico os SSP contaram com as participações de vários artistas convidados, como: TC, Boss AC, Gutto e African Voices. O álbum foi inicialmente apresentado em Angola, num espectáculo em Março de 2000, tendo sido o primeiro grupo a conseguir lotar o pavilhão da Cidadela. A tournée seguiu depois com igual sucesso para Portugal, Macau, Moçambique, Cabo Verde, S. Tomé e Príncipe, Inglaterra e Brasil.

N.º Título Duração
1. "Alfa" (intro) 1:40
2. "Apesar da Minha Dor"   4:03
3. "Aventura (Nha Manera)" (feat. Boss AC) 4:36
4. "Amar Sem Ser Amado"   4:05
5. "Debate" (interlúdio) 1:45
6. "Não Vale a Pena Julgar"   3:56
7. "Playa's"   4:46
8. "Táctica Lírica"   3:47
9. "Chama Por Mim (Se Precisas)"   3:34
10. "Sonhos de Rua"   4:52
11. "Tem Cuidado"   3:48
12. "3 Discos" (interlúdio) 1:27
13. "Every Woman (Needs Man)" (feat. Boss AC) 4:47
14. "Sempre Que o Amor Me Quiser" (feat. Lena d'Água) 3:44
15. "Operação Alfa"   4:16
16. "Fofa Provocante"   7:57

Amor e Ódio (2003)[editar | editar código-fonte]

É o álbum que marca o regresso dos SSP, tendo o grupo sofrido algumas mudanças: do alinhamento inicial ficaram apenas Big Nelo e Jeff Brown. Este álbum foi gravado em Portugal e no Brasil, abrangendo várias sonoridades e fusões musicais. Entre as composições de Amor e Ódio, estão algumas participações de artistas conceituados, como a do músico e compositor brasileiro Djavan no tema "Meu Bem Querer", de Max Viana no tema "Samurai", e do músico luso-caboverdiano Tó "TC" Cruz no tema "Dime Porque (Tu Te Vás)". Este trabalho conta ainda com dois samples de músicas do músico angolano Teta Lando.

N.º Título Duração
1. "S.S.P. Não Vai Parar"    
2. "Dime Porque (Tu Te Vás)" (feat. TC)  
3. "Negra De Karapinha"    
4. "Meu Bem Querer" (feat. Djavan)  
5. "Quem É Que Me Faz Feliz (Tu)"    
6. "Táctica (2ª Parte)"    
7. "Amor De Mãe (É Lindo)"    
8. "Samurai" (feat. Max Viana)  
9. "Inveja (Trabalha)"    
10. "Ser Angolano Kuia (Remix Yo)"    
11. "Fans (Obrigado)"    
12. "La Vida (É Buena)"    
13. "Ser Angolano Kuia" (faixa bónus)  

Referências

Crystal Clear app kguitar.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.