Shirley Mallmann

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Shirley Mallmann (Santa Clara do Sul, 15 de fevereiro de 1977) é uma modelo brasileira.[1]

Foi a primeira grande top model do Brasil, abrindo caminho para as modelos brasileiras no exterior.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Antes de se tornar modelo, Shirley Mallmann trabalhava como operária em uma fábrica de sapatos em Santa Clara do Sul, no Rio Grande do Sul, sendo descoberta pela empresária de moda, Marla Drebes que também foi responsável pela descoberta de outras tops, como Jeísa Chiminazzo.

Imortalizada como modelo do primeiro perfume de Jean Paul Gaultier, a gaúcha estrelou o Calendário Pirelli e desfilou para Dolce & Gabbana, Valentino, Armani, Helmut Lang, Dior e Prada, entre outros.

Afastou-se do mundo da moda para ser mãe de Axil em 2002.

Voltou as passarelas em 2003 e passou a fazer trabalhos mais comerciais.

Em 2008, grávida do segundo filho com o cabeleireiro birmanês Zaiya Latt, a top, radicada há 12 anos nos EUA, fez uma breve visita ao Brasil para estrelar a campanha de inverno da "grife" Patachou. Em 2010, estrelou a campanha da Silverlab, numa linha mais específica desenvolvida pela grife Colcci. Em 2014 retornou às passarelas exibindo sua boa forma na SPFW. Uma semana depois, foi chamada para estrelar a campanha Outono-Inverno da famosa marca de bolsas Queens Paris, da Santino.[2]

Notas e referências

  1. a b Folha. Modelos: Shirley Mallmann foi primeira topmodel do Brasil. Visitado em 27/06/2010.
  2. Portal Terra (18 de novembro de 2014). Aos 37 anos, Shirley Mallmann posa sexy para campanha Canal de Moda. Visitado em 21 de novembro de 2014.

/Fonte

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) modelo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.