Santa Clara do Sul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Santa Clara do Sul
"Santa Clara"
Bandeira de Santa Clara do Sul
Brasão de Santa Clara do Sul
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 20 de março de 1992 (22 anos)
Gentílico santa clarense
Prefeito(a) Fabiano Rogério Immich (PMDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Santa Clara do Sul
Localização de Santa Clara do Sul no Rio Grande do Sul
Santa Clara do Sul está localizado em: Brasil
Santa Clara do Sul
Localização de Santa Clara do Sul no Brasil
29° 28' 08" S 52° 05' 16" O29° 28' 08" S 52° 05' 16" O
Unidade federativa  Rio Grande do Sul
Mesorregião Centro Oriental Rio-grandense IBGE/2008 [1]
Microrregião Lajeado-Estrela IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Lajeado, Mato Leitão, Sério, Venâncio Aires, Cruzeiro do Sul, Forquetinha
Distância até a capital Não disponível
Características geográficas
Área 86,552 km² [2]
População 5 692 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 65,76 hab./km²
Altitude 117 m
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,788 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 73 163,509 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 12 671,20 IBGE/2008[5]
Página oficial

Santa Clara do Sul é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul.

História[editar | editar código-fonte]

A origem do nome do município de Santa Clara do Sul surgiu a partir da Fazenda Santa Clara, de propriedade de Antônio Fialho de Vargas.

A colonização do lugar teve início em 1869. Em 1945, o nome de Santa Clara do Sul foi mudado para Inhuverá através de lei governamental, nome indígena que significa campo Resplandecente, sendo que em 1949 foi novamente mudado para Santa Clara do Sul.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 29º28'08" sul e a uma longitude 52º05'15" oeste, estando a uma altitude de 117 metros.

Possui uma área de 88,862 km² e sua população estimada em 2009 era de 5 868 habitantes.

Cultura[editar | editar código-fonte]

Santa Clara do Sul possuí um espaço voltado apenas para a cultura. O prédio de 1888, que já abrigou escola, hotel, delegacia e sub-prefeitura, foi completamente reformado e deu origem ao centro cultural, onde está instalado o museu e biblioteca pública municipal da cidade.

O prédio, localizado no centro da cidade, além de valorizar a arquitetura dos antepassados, facilita o acesso da população para retirada de livros e visita a exposições de arte e artesanato. As peças do museu foram todas catalogadas. Lá, a população vai encontrar instrumentos cirúrgicos, ferramentas de trabalho usada pelos agricultores nas décadas de 1940 e 1950, além de fotografias antigas e outras peças. O museu também guarda relíquias dos Maragatos.

A peça mais antiga em exposição no museu é um fuzil usado no dia 28 de maio de 1895, na Revolução Federalista. A arma teria sido usada por maragatos que tentavam invadir a localidade de Picada Santa Clara, interior do município. A arma teria sido usada por um dos maragatos, mas falhou durante o combate, sendo substituída pela arma de um outro combatente que estava com a mão ferida. O maragato ferido pediu socorro a um morador das proximidades e deixou a arma como agradecimento pela acolhida. Posteriormente, o fuzil foi doado à família de Aloísio Schneider e, mais recentemente, passou às mãos do colecionador de armas antigas Leandro Lampert, que doou a arma em 1999 para o museu.

A guerra dos maragatos é um dos episódios mais marcantes da história de Santa Clara do Sul, e é lembrado em vários logradouros públicos. A principal avenida do município faz alusão ao episódio e leva o nome de Avenida 28 de Maio. Outras ruas ainda levam o nome de personagens históricos que participaram dos combates.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Sul é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.