Bom Retiro do Sul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Bom Retiro do Sul
Bandeira desconhecida
Brasão de Bom Retiro do Sul
Bandeira desconhecida Brasão
Hino
Fundação 31 de janeiro de 1959 (55 anos)
Gentílico bom-retirense
Prefeito(a) Pedro Aelton Wermann (PSB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Bom Retiro do Sul
Localização de Bom Retiro do Sul no Rio Grande do Sul
Bom Retiro do Sul está localizado em: Brasil
Bom Retiro do Sul
Localização de Bom Retiro do Sul no Brasil
29° 36' 32" S 51° 56' 34" O29° 36' 32" S 51° 56' 34" O
Unidade federativa  Rio Grande do Sul
Mesorregião Centro Oriental Rio-grandense IBGE/2008[1]
Microrregião Lajeado-Estrela IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Sul e sudeste: Taquari - Norte: Estrela - Nordeste: Fazenda Vilanova - Oeste: Venâncio Aires e Cruzeiro do Sul
Distância até a capital 107 km
Características geográficas
Área 102,327 km² [2]
População 11 472 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 112,11 hab./km²
Altitude 35 m
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,79 alto PNUD/2000[4]
PIB R$ 117 794,763 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 10 194,27 IBGE/2008[5]
Página oficial

Bom Retiro do Sul é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 29º36'32" sul e a uma longitude 51º56'35" oeste, estando a uma altitude de 35 metros. Possui uma área de 102,78 km² e sua população estimada em 2007 era de 11.130 habitantes.

Turismo[editar | editar código-fonte]

Reconhecido por suas belezas naturais e pela hospitalidade de seus habitantes, o município tem como principal destaque a Barragem Eclusa, construída na década de 70. Ela possui seis comportas duplas do tipo vagão, com 17 metros de largura de descarga de fundo, apresentando cota de represamento de 13,00 metros. Em sua margem esquerda foi implantada uma eclusa com dimensões de 120m de comprimento por 17m de largura. Chamado de "O pesqueiro do Vale", Bom Retiro do Sul é reconhecido pela pesca artesanal, pois é banhado pelo Rio Taquari que atraí inúmeros turistas apaixonados pela pescaria.

Outro destaque fica por conta das figueiras centenárias, que estão espalhadas por todo território do Municipal.

Em seu perímetro urbano, observam-se as belas construções datadas do século passado. Na parte baixa da cidade, no bairro cidade baixa, podemos destacar: a Igreja Católica, localizada no morro da Corsan (fundada em 1939); a casa rosada, próxima a Prefeitura municipal; o Largo dos Emancipacionistas, popularmente chamado de "escadaria"; a casa da família Pivatto; o prédio do antigo centro comercial de Arthur Ohlweiler (ao lado do Largo dos Emancipacionistas). Ainda percorrendo a rua principal, podemos admirar outras antigas construções, como a do Clube União Bom-Retirense, construído em 20 de setembro de 1932.

Outras construções: Paróquia Sagrada Família; Igreja da Comunidade Evangélica Sociedade de Cantores (hoje chamado de Centro Comunitário Evangélico);

O Parque Municipal Por-do-Sol, atrai muitos visitantes para a prática de atividades físicas, como caminhada, corrida e ciclismo. Neste local acontecem campeonatos de futebol sete e vôlei de duplas. Ainda nas dependências do parque há também uma área com brinquedos destinados às crianças com até 10 anos de idade.

Para demonstrar todo o potencial cultural, turístico, agropecuário, industrial e comercial, é realizada, de quatro em quatro anos, nas dependências do Parque Municipal Por-do-Sol, a EXPOBOM, uma das maiores exposições do Vale do Taquari.

Anualmente o município realiza os eventos Natal nas Águas, Semana de Município, Semana Farroupilha, Bom Retiro em Dança, Carnaval, Festival de Peixo, entre outros.

Comércio[editar | editar código-fonte]

O ramo calçadista tem sido por anos,o mais forte na cidade,dando emprego e renda fixa a muitas famílias.No momento existem vários ateliês, e a maioria deles,trabalham para essas indústrias maiores de calçado.Outros ramos também atuam com frequência na cidade,como a criação de gado(frigoríficos),madeireiras e comércio lojista.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Sul é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.