Sueno III da Dinamarca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde novembro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Sueno III
Rei da Dinamarca
Swen.jpg
Governo
Reinado 11461157
Antecessor Érico III
Sucessor Valdemar I
Vida
Nascimento 1125
Morte 1157 (32 anos)
Pai Érico II
Mãe Amante de Érico II

Sueno III Grade (c. 11251157) foi rei da Dinamarca entre 1146 e 1157. Foi co-regente com o rei Canuto V da Dinamarca, de 1152 até 1154, e novamente em 1157.

Era filho ilegítimo de Érico II Emune e uma amante. Com a abdicação de Érico III em 1146, Sueno foi eleito rei em Zelândia, mas no ano seguinte teve que lutar novamente com seu rival, Canuto V, que governava a Jutlândia. Um imperador germânico interveio e fez Sueno como "primeiro rei" e Canuto como co-regente. Mas a posição de Sueno não estava totalmente garantida. Em 1154, ele foi vencido por uma aliança entre Canuto V e Valdemar I da Dinamarca. Após alguns anos de exílio, Sueno, com ajuda militar alemã, conseguiu voltar à Dinamarca, nomeando-se a si mesmo governante da Escânia.

Em um banquete, chamado "Banquete do Sangue", em Roskilde, em 1157, ele tentou pôr seus dois co-regente fora de seu caminho. Canuto foi assassinado, e Valdemar fugiu para a Jutlândia. Em 23 de outubro Sueno foi vencido em Grathe Heath (daí seu sobrenome) e foi morto durante a fuga.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Érico III
Rei da Dinamarca
1146 - 1157
Sucedido por
Valdemar I
Ícone de esboço Este artigo sobre reis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.