Canuto II da Dinamarca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Canuto II
Rei da Dinamarca
Reinado 1018 a 1035
Predecessor Haroldo II
Sucessor Canuto III
Rei da Noruega
Reinado 1028 a 1035
Predecessor Olavo II
Sucessor Magno I
Rei da Inglaterra
Reinado 1016 a 1035
Coroação 6 de janeiro de 1017
Predecessor Edmundo
Sucessor Haroldo I
Esposas Ælfgifu de Northampton
Ema da Normandia
Descendência
Svein da Noruega
Haroldo I de Inglaterra
Hardacanuto
Gunhilda da Dinamarca
Nome completo
Knútr inn ríki
Casa Knýtlinga
Pai Sueno I da Dinamarca
Nascimento ca. 985 ou ca. 995
Dinamarca
Morte 12 de novembro de 1035
Shaftesbury, Dorset, Inglaterra
Enterro Old Minster, Winchester, Inglaterra

Canuto II, cognominado o Grande (Knud den Store em dinamarquês, Knútr inn ríki em nórdico antigo) (ca. 99512 de novembro de 1035) foi rei da Dinamarca (1018-1035), rei da Noruega (1028-1035) e rei de Inglaterra (1016-1035). Era o segundo filho de Sueno I da Dinamarca e de Gunhilda da Polônia, sendo também neto do célebre Haroldo Dente-Azul.

Canuto acompanhou o pai na sua expedição vitoriosa à Inglaterra, que acabou na fuga do rei Etelredo II para o continente e na conquista do país. Sueno morreu pouco tempo depois e foi sucedido na Dinamarca por Haroldo II, irmão mais velho de Canuto, o qual ficou com as pretensões do pai à coroa inglesa. Canuto regressou à Dinamarca em 1014, mas em 1016 liderou nova invasão e conseguiu vencer Edmundo II de Inglaterra na batalha de Assadun em Outubro. Num tratado de paz assinado pouco tempo depois, as partes acordaram subsequentemente em partilhar o reino de Inglaterra, mas como Edmundo morreu em Novembro (possivelmente assassinado) Canuto foi reconhecido como único monarca inglês. Para consolidar a sua posição, Canuto casou com Ema da Normandia, viúva de Etelredo II. De seguida, Canuto reestruturou a organização política de Inglaterra e o sistema de feudos por trás da coroa inglesa. A criação dos importantes condados de Wessex, Mércia, East Anglia e Nortúmbria data do seu reinado.

Em cerca de 1018, Canuto sucede ao seu irmão Haroldo II como rei da Dinamarca e em 1028 conquista a Noruega com uma frota de cinquenta navios lançada de Inglaterra. Como regentes da Noruega nomeia a sua amante Aelfigu o o seu filho ilegítimo Haroldo, mas a experiência acaba em revolta e na restauração da linha dinástica norueguesa.

O reinado de Canuto foi marcado por um período de paz interna, à custa de um bom tratamento da Igreja e dos Mosteiros e de alguns assassinatos de opositores políticos.

Canuto morreu em 1035 e encontra-se sepultado na Catedral de Winchester. Sua intenção era ser sucedido nos seus reinos por Canuto (Harthcanute, filho de Ema), mas Haroldo tomou posse de Inglaterra e a Noruega regressou à independência.

Precedido por
Haroldo II
Rei da Dinamarca
1018 — 1035
Sucedido por
Canuto III
Precedido por
Edmundo II
Rei de Inglaterra
1016 — 1035
Sucedido por
Haroldo I
Precedido por
Olavo II
Rei da Noruega
1028 — 1035
Sucedido por
Magno I


Ícone de esboço Este artigo sobre reis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.