Etelredo II de Inglaterra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde janeiro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Etelredo
Rei dos Ingleses
Reinado 18 de março de 978
a 23 de abril de 1016
Predecessor Eduardo, o Mártir (978)
Sueno (1014)
Sucessor Sueno (1013)
Edmundo II (1016)
Esposas Ælfgifu de Iorque
Ema da Normandia
Casa Wessex
Pai Edgar de Inglaterra
Mãe Ælfthryth
Nascimento c. 966 ou 968
Wessex, Inglaterra
Morte 23 de abril de 1016
Londres, Inglaterra
Enterro Catedral de São Paulo

Etelredo II (em inglês antigo: Æthelred; ca. 96823 de abril de 1016) foi rei de Inglaterra entre 978 e 1013 e depois de 1014 a 1016. Etelredo era filho do segundo casamento do rei Edgar de Inglaterra com Elfrida e sucedeu no trono depois do assassinato do seu meio-irmão mais velho, Eduardo o Mártir.

O cognome de Etelredo, Unræd, é frequentemente escrito no inglês como "The Unready" ("O Despreparado"), mas na verdade isso é um erro de tradução. O significado real é "mau conselho" ou "sem conselho", uma brincadeira com o nome dele que significa "conselho nobre", demonstrando a reputação dele como um dos piores reis da Inglaterra.

Durante o seu reinado, Etelredo enfrentou uma invasão viking liderada por Olaf Tryggvason, um senhor da guerra norueguês. Depois de algumas derrotas, Etelredo conseguiu expulsar os vikings por meio de um enorme tributo oferecido a seus líderes. A guerra estava no entanto reaberta e, em 13 de Novembro de 1002, Etelredo ordena o massacre das comunidades vikings estabelecidas na costa de Inglaterra.

Esta atitude brutal provocou uma série de campanhas lideradas por Sueno I da Dinamarca contra a Inglaterra. Em 1013, Etelredo foi obrigado a fugir para a Normandia para salvar a vida, regressando à Inglaterra no ano seguinte para recuperar a coroa. Apesar dos reveses militares, o reinado de Etelredo foi marcado por boas condições económicas e prosperidade, como indica a alta qualidade das moedas cunhadas durante esse período.

Etelredo foi pai de pelo menos dezesseis crianças, incluindo Eduardo o Confessor, dos seus dois casamentos: com Ælfgifu da Nortúmbria e Ema da Normandia. O sobrinho-neto de Ema Guilherme, Duque da Normandia utilizou essa relação familiar como argumento para invadir as Ilhas Britânicas em 1066.


Precedido por
Eduardo, o Mártir
Rei de Inglaterra
978 - 1013
Sucedido por
Sueno
Precedido por
Sueno
Rei de Inglaterra
1014 - 1016
Sucedido por
Edmundo II