Super Freak

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde março de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
"Super Freak"
Single de Rick James
Gênero(s) Rhythm and blues, funk
Duração 3:24 ( versão do álbum/7 polegadas)
7:05 (versão 12 polegadas)
Gravadora(s) Gordy
Composição Rick James, Alonzo Miller
Produção Rick James
Cronologia de singles de Rick James
Último
Último
Give It to Me Baby (1981)
Ghetto Life (1982)
Próximo
Próximo

"Super Freak" é um "hit" de 1981 produzido e interpretado por Rick James. A música, composta em conjunto por James e Alonzo Miller, foi lançada pela primeira vez no álbum de James Street Songs e se tornou uma das marcas do compositor. Teve background vocal de The Temptations, da Motown, sendo que o cantor da voz baixa é o tio de James Melvin Franklin, além da participação da cantora Canadense Taborah Johnson. "Freak" é uma gíria para, como descrito na letra da canção, "...a very kinky girl / The kind you don't take home to mother" (uma garota muito bizarra, do tipo que você não leva em casa para a mãe"). A revista Rolling Stone classificou a canção como número 477 em sua lista dos 500 Greatest Songs of All Time (500 maiores canções de todos os tempos).

Histórico[editar | editar código-fonte]

A música foi um grande hit de James em 1981, listada como pop, R&B e dance na Billboard Hot 100 chart, alcançando o número 16 no final do ano e ficando 10 semanas no top 40. Junto com dois outros singles de Street Songs, "Give It to Me Baby" and "Ghetto Life", se manteve por três semanas no número 1 da American dance charts naquele ano.

Versões Cover[editar | editar código-fonte]

  • Em 1984, a banda de novelty de Los Angeles Big Daddy (cujo conceito cômico era o de fazer cover de canções mais rápidas em baladas e canções mais lentas, além de transformar músicas atuais para o estilo dos anos de 1950) gravou a canção com uma batida lenta como se tivesse sido feita pelos Everly Brothers.
  • Em 1989, a música foi regravada pela banda de thrash metal Mordred em seu álbum Fool's Game.
  • Em 1998, a banda brasileira Comunidade Nin-Jitsu, formada em Porto Alegre, e que mistura rock, reggae, funk carioca e rap, fez uma versão chamada "Rap do trago"(Pare bebum ôôô. Vai começar bebum...).
  • Em 2006, a banda de rock alternativa Straitjacket, de Chicago, regravou a música em seu álbum Vices.
  • Também em 2006, um cover de Billy Crawford foi incluído na trilha sonora do animação Asterix e os Vikings.
  • Em 2007, a canção teve um coner em estilo bluegrass por Ricky Skaggs e Bruce Hornsby em seu álbum epônimo.

Performances ao vivo[editar | editar código-fonte]

Sampling[editar | editar código-fonte]

  • O riff da canção foi popularmente sampleado em 1990 por MC Hammer em seu mais conhecido single, "U Can't Touch This". A canção foi ainda sampleada Wassuup por Da Muttz em 2001.
  • O artista de Hip hop GZA/Genius sampleou a canção em seu álbum de estréia de 1991 Words from the Genius.
  • A dupla de funk carioca Claudinho e Buchecha sampleou a canção na música "Xereta", em 1998.
  • Em 1997, uma canção de Jude que recebeu o nome de "Rick James" (número 28 no Billboard Modern Rock Chart) tinha em sua letra "Oh, Rick James was the original Super Freak" (Rick James foi o original Super Freak) em seu refrão.
  • Em 2006, o Beatfreakz regravou a canção, como "Superfreak", e atingiu o número 7 nas paradas britânicas.
  • A faixa título do álbum de retorno de Jay-Z em 2006, Kingdom Come destacava um sample de "Super Freak".
  • Em 2007, na música "Freaky Gurl" de Gucci Mane, trechos do refrão prestam uma homenagem à canção original de Rick James.
  • Em 2007, o ator e rapper francês Disiz la Peste regravou uma song em francês usando "Super Freak" com instrumental de base.

No cinema e na TV[editar | editar código-fonte]

  • No filme de 1986 Heartbreak Ridge, Mario Van Peebles no papel de Corporal 'Stitch' Jones, canta boa parte da canção antes de deixar um bar.
  • Uma versão instrumental foi incluída em 1992 no filme Batman Returns.
  • Em um episódio de 1998 de Just Shoot Me, desanpontada por descobrir que não tinha sido inspiração para a canção fictícia "Nina in The Cantina", Nina Van Horn se confortou com a crença de que teria ao menos sido a inspiração para Rick James em Super Freak.
  • Em 2006, na comédia Pequena Miss Sunshine, Olive Hoover (Abigail Breslin) apresenta uma performance paródica ao som da canção durante um concuso de beleza para crianças.
  • Na série de TV One on One, The Fresh Prince of Bel-Air a estrela Alfonso Ribeiro canta a música no episódio 1, "Me and My Shadow", o qual originalmente foi ao ar em 2002 quando Flex (Flex Alexander) e Duane (Kelly Perine) decidiram formar uma banda na escola colegial.
  • Rick James, acompanhado de outras estrelas, apresentou a canção no episódio 4, 'The Heart of Rock n Roll', de A-Team.
  • Em um dos episódios do show de TV de George Lopez, George canta a música para um bebê que imagina estar no útero de Angie.

Veja Também[editar | editar código-fonte]

Links Externos[editar | editar código-fonte]