Uarini

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Uarini
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Fundação 10 de dezembro de 1981
Gentílico uariniense
Prefeito(a) Carlos Gonçalves de Souza Neto (PMDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Uarini
Localização de Uarini no Amazonas
Uarini está localizado em: Brasil
Uarini
Localização de Uarini no Brasil
02° 59' 24" S 65° 06' 28" O02° 59' 24" S 65° 06' 28" O
Unidade federativa  Amazonas
Mesorregião Centro Amazonense IBGE/2008[1]
Microrregião Tefé IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Alvarâes, Juruá, Fonte Boa, Maraã
Distância até a capital 570 km
Características geográficas
Área 10 246,220 km² [2]
População 12 801 hab. IBGE/2013[3]
Densidade 1,25 hab./km²
Altitude 50 m
Clima Tropical quente e úmido
Fuso horário UTC-4
Indicadores
IDH-M 0,527 (AM: 45º) – baixo PNUD/2010[4]
PIB R$ 52 078,148 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 5 140,98 IBGE/2008[5]
Página oficial

Uarini é um município brasileiro do estado do Amazonas. Faz parte da mesorregião do Centro Amazonense e da microrregião de Tefé.

História[editar | editar código-fonte]

Tem sua história vinculada à de Tefé, que remonta à aldeia fundada no fim do século XVII pelo jesuíta Samuel Fritz. Até fins do século XVII sucederam-se as disputas entre espanhóis e portugueses pelo domínio do território, só se consolidando a ocupação militar lusitana em 1790. Como município, Tefé chegou a possuir área de 500.000 km². A partir de meados do século XIX, vão-se sucedendo desmembramentos de seu território, para dar origem aos novos municípios de São Paulo de Olivença, Coari, Fonte Boa, São Felipe (atual Eirunepé), Xibauá (atual Carauari) Japurá e Maraã.

Em fins de 1981, Tefé apresentava uma estrutura administrativa em que estavam previstos cinco Subdistritos: Tefé, Caiambé, Alvarães, Jarauá e Uarini. Pelos novos desmembramentos determinados pela Emenda Constitucional nº 12 de 10.12.1981, o subdistrito de Uarini passou a constituir município autônomo.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Sua população estimada em 2004 era de 12.549 habitantes.

Economia[editar | editar código-fonte]

  • Setor Primário
    • Agricultura: é a atividade econômica mais produtiva, com destaque especial para a cultura da mandioca, da qual se fabrica a farinha de Uarini. A castanha-do-pará está em 2º lugar na economia. Possui culturas de arroz, feijão, juta, malva, milho e cana-de-açúcar entre as culturas temporárias e, manga, abacate, banana, laranja e limão entre as culturas permanente.
    • Pecuária: em termos econômicos a pecuária tem papel insignificante.
    • Avicultura: praticada em moldes essencialmente domésticos, voltados para a subsistência e consumo local, não gerando renda para as famílias.
    • Extrativismo Vegetal: alcança sua maior expressão no que se refere a exploração dos seringais nativos, castanha-do-pará e madeira.
  • Setor Secundário
  • Setor Terciário
    • Comércio: varejista.

Dos 5 municípios do país que tiveram decrescimento no IDHM entre 1991 e 2000, três são do Amazonas: Uarini, cujo IDHM passou de 0,611 para 0,599; Silves, de 0,684 para 0,675; e São Sebastião do Uatumã, de 0,661 para 0,659. Isso ocorreu, única e exclusivamente, por causa dos decréscimos registrados na dimensão da renda, que não foram compensados pelos incrementos positivos constatados nas dimensões longevidade e educação.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Estimativa Populacional 2013 (PDF). Censo Populacional 2013. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1º de julho de 2013). Página visitada em 29 de agosto de 2012.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 3 de agosto de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Amazonas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.