Vale do Rio dos Sinos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vale dos Sinos
Unidade federativa  Rio Grande do Sul
Microrregiões limítrofes Porto Alegre, Vale do Paranhana, Vale do Caí e Serra Gaúcha.
Área 1.398,5 km²
População 1.328.991 hab. est. 2006
Densidade 950.3 hab/km²
Indicadores
PIB R$ 33.518.881.000,00 IBGE/2009
PIB per capita R$ 25.520,00 IBGE/2009

O Vale do Rio dos Sinos recebeu este nome devido ao próprio rio dos Sinos que, em seu percurso, forma um extenso e fértil vale coberto por inúmeros municípios. Apesar de ser descrito abreviadamente como "Vale do Sinos", a forma correta é "Vale do Rio dos Sinos". A região pertence atualmente à Região Metropolitana de Porto Alegre.

Existem diferentes definições político-administrativas para a extensão exata e os municípios que compõem o Vale do Rio dos Sinos: o Conselho Regional de Desenvolvimento do Vale do Rio dos Sinos (CONSINOS) – 14 municípios; a Associação dos Municípios do Vale do Rio dos Sinos (AMVRS) – 20 municípios; e a Bacia Hidrográfica do Rio dos Sinos (COMITESINOS) – 32 municípios.

O CONSINOS consiste de uma área de 1.398,5 km². Segundo dados de 2006, da FEE (Fundação de Economia e Estatística do RS), a população total era de 1.328.991 habitantes, a densidade demográfica era de 950,3 hab/km², a taxa de urbanização era de 98,5%, a taxa de alfabetização em 2010 era de 97% e a expectativa de vida ao nascer em 2005 era de 75,6 anos.

É uma das áreas com maior potencial econômico e industrial do Rio Grande do Sul, algumas das maiores empresas do estado e também do Brasil, estão instaladas na região, além de algumas multinacionais, principalmente dos Estados Unidos e também da Alemanha.

A Região do Vale dos Sinos é conhecida como o principal pólo calçadista do país. Esse fator contribuiu significativamente para o desenvolvimento da região, atraindo investidores que encontraram além do potencial industrial, o potencial turístico nas belas paisagens e nos atrativos naturais existentes.

Na Região também se encontra o Parque Tecnológico do Vale do Sinos, chamado de Valetec, que tem capacidade para abrigar mais de 120 empresas intensivas em conhecimento, centros de pesquisa, organizações voltadas para o desenvolvimento científico, tecnológico, econômico e prestadores de serviços avançados. Atualmente a região representa cerca de 20% de todo o PIB Gaúcho, e é superior ao de grandes cidades brasileiras, como Recife, Fortaleza e Salvador.

O Vale dos Sinos também abriga algumas da melhores universidades do Estado, como a Feevale, em Novo Hamburgo, a Unisinos, em São Leopoldo, Ulbra e La Salle, em Canoas, entre outras.

A Unisinos, de São Leopoldo, abriga o maior polo de informática do Rio Grande do Sul, com diversas empresas de porte na área de Tecnologia da Informação, nacionais e globais. O empreendimento está em constante expansão e atualmente está sendo instalada, entre outras empresas, uma unidade da maior fabricante mundial de microprocessadores e circuitos integrados.

A população do vale é formada principalmente por descendentes de imigrantes alemães.

O romance Um Rio Imita o Reno, de Vianna Moog, é ambientado nesta região e trata da integração cultural de descendentes de alemães com brasileiros.

Municípios[editar | editar código-fonte]

Novo Hamburgo
Canoas
São Leopoldo
Longe do caos das grandes cidades da região, a Rota da Inovação (próximo ao VALETEC).
Chegada dos imigrantes alemães ao Vale do Sinos (pintura do final do século XIX)