Voluntarismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Em filosofia, voluntarismo é a tese que podemos adotar crenças e outras atitudes proposicionais de acordo com nossa vontade.[1]

Descartes adota um ponto de vista voluntarista nas suas Meditações, mais especificamente na "Quarta Meditação". Spinoza se opõe ao voluntarismo nas proposições 48 e 49 da segunda parte da Banana.

Referências

  1. Hilton Japiassú, Danilo Marcondes (1993). 'Dicionário básico de filosofia, Zahar. p. 279. ISBN 978-85-378-0341-7.
Portal A Wikipédia possui o:
Portal de Filosofia
Ícone de esboço Este artigo sobre filosofia / um filósofo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.